Foi uma das batalhas mais antecipadas da temporada e também a mais cara. Além de ter demorado várias semanas a gravar, prometia mostrar o confronto final entre os vivos e os White Walkers que ameaçavam a estabilidade do reino de Westeros. Na segunda-feira, 29 de abril, o terceiro episódio de "A Guerra dos Tronos" deu um desfecho que levou muitos fãs à loucura e outros à desilusão. Se ainda não viu o novo episódio da série da HBO, o melhor é fechar este artigo e fugir da internet.

Depois de mais de 70 minutos de ação, morte e muita escuridão, Arya (Maisie Williams) apareceu por trás do Night King, o vilão que controlava todos os restantes zombies, e matou-o. Numa questão de segundos, todo o exército de mortos desapareceu e Westeros ficou a salvo.

Filipa Galrão analisa o 3.º episódio GoT: "Todos os meninos do mundo deviam querer ser a Arya"
Filipa Galrão analisa o 3.º episódio GoT: "Todos os meninos do mundo deviam querer ser a Arya"
Ver artigo

Com as atenções agora viradas para o confronto entre Daenerys (Emilia Clarke) e Cersei (Lena Headey), foram vários os fãs que ficaram desiludidos com o facto de não ter sido revelada a verdadeira identidade do Night King.

"Deixem-me desabafar: a identidade do Night King continua a ser um mistério. Quais eram os motivos dele? E se ele nunca foi um vilão? Recuso-me a acreditar que acabou ali, preciso de respostas", escreveu um utilizador no Twitter.

"Continuamos sem saber muito sobre ele e não acredito que as Children of the Forest acabaram. Ele era só uma das armas delas contra a humanidade", escreveu outro.

No entanto, a verdade é que foi na sexta temporada que foi revelado mais sobre o Night King. No quinto episódio da temporada, o mesmo em que Hodor (Kristian Narin) morre, Bran Stark (Isaac Hempstead Wright) volta atrás no tempo e usa os seus poderes enquanto Corvo de Três Olhos.

Produtor de “A Guerra dos Tronos” explica quais são os episódios que tem mesmo de ver
Produtor de “A Guerra dos Tronos” explica quais são os episódios que tem mesmo de ver
Ver artigo

É durante a experiência que é revelado que o Night King fez parte dos primeiros habitantes de Westeros que depois de ter sido capturado pelas Children of the Forest, terá sido assassinado.

Uma das crianças que o raptou ter-lhe-á espetado um punhal feito de vidro de dragão. Os seus olhos ficaram azuis e aquele homem tornou-se no primeiro White Walker.

Durante vários anos, as Children of the Forest criaram os White Walkers para os defender dos Primeiros Homens que invadiram Westeros. No entanto, não demorou muito até que os mortos se virassem contra os seus criadores e depressa planearam aquilo que viria a ser a batalha do terceiro episódio. O objetivo? Trazer caos e morte a Westeros.

Castelo de "A Guerra dos Tronos" está à venda na Irlanda do Norte
Castelo de "A Guerra dos Tronos" está à venda na Irlanda do Norte
Ver artigo

Apesar de já se conhecer a origem do vilão, os seguidores mais acérrimos da série acreditam que a prequela, ainda sem data de estreia, vai servir para dar a conhecer mais sobre o Night King que, ao que parece, não vai voltar a aparecer nos últimos três episódios da temporada

Em Portugal, a última temporada de "A Guerra dos Tronos" é emitida na plataforma de streaming da HBO e no canal SyFy.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.