Era o protegido do grupo que se apelida de "Kamikaze", era visto como o mais puro, inocente e com melhor coração pela grupeta liderada por Pedro Soá, mas só precisou de pouco mais de 8 horas fora da casa para se voltar contra os "amigos". Em entrevista ao "Você na TV", esta segunda-feira, 25 de maio, o concorrente de Vila Real, que foi expulso na noite deste domingo com 73 por cento dos votos, disse que a culpa de ter saído da casa foi unicamente dele e das suas opções. "O erro foi meu, enterrei-me mesmo, fui para um grupo que era falso

E as palavras de Rui vinham na ponta da língua, já que foram a primeira coisa que disse assim que se sentou no sofá em frente a Manuel Luís Goucha. O apresentador quis tentar perceber se o ex-concorrente se sentia magoado com a escolha dos portugueses, mas Rui garantiu que não. "Foi por mim, não foram os portugueses." Essa resposta levou a que os dois falassem do grupo para que Rui entrou, a "grupeta", como Manuel Luís Goucha lhe chamou. O pastor garantiu que só percebeu que o grupo era assim quando viu as imagens, após a sua saída da casa mais famosa do país. "Se fosse agora já não fazia o mesmo erro que fiz" disse Rui entre risos. Embora tenha ficado triste, como disse no início do programa, Rui admitiu que já estava à espera desta decisão dos portugueses.

"Big Brother 2020". Pastor Rui expulso por larga maioria — Pedro Soá faz uma birra na varanda
"Big Brother 2020". Pastor Rui expulso por larga maioria — Pedro Soá faz uma birra na varanda
Ver artigo

Continuando com a conversa da grupeta, Manuel Luís Goucha perguntou ao concorrente de 23 anos a razão pela qual este se juntou a esse grupo, "Porque comecei a simpatizar com todos e comecei a sentir simpatia por demais, mas acabei a cair no erro." Pedro Sóa, que havia dito que caso Rui fosse expulso também sairia do programa, disse na noite de domingo que, em vez de sair da casa, vai jogar "forte e feio". O concorrente de Vila Real, expulso ontem à noite, concorda com a decisão. "Se ele quer, eu apoio e que siga em frente."

Sobre a experiência, o pastor disse que "valeu muito (a pena)". "Saio daqui com coisas que aprendi com vários concorrentes que nunca tinha aprendido. Por exemplo comidas tradicionais que a Slávia fazia lá e que não sabia que podiam existir, a lidar com a vida e situações e não cair no erro. E levo um bocadinho de amizade com todos".

Manuel Luís Goucha não terminou a entrevista sem uma surpresa para Rui, e trouxe a irmã do pastor, Sabrina Alves, em direto via Skype para o programa. Esta disse que ficou muito triste por ele ter saído, mas acha que a razão pela qual ele foi expulso é porque os portugueses "gostam de polémica, e ele é muito pacato e genuíno."

Mas não foi só Manuel Luís Goucha que teve surpresas, também Rui no fim da sua ida ao programa pediu ao apresentador se lhe podia dar um casaco seu, que ele "admira muito", e quis agradecer a Augusto Canário por lhe ter dedicado uma música, dizendo ainda que quer muito ir ao programa dele. Ao que Manuel Luís Goucha disse que nesse dia lhe levava o tal casaco.

Parece que não é a última vez que vamos ver o pastor.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.