O comunicado foi feito este fim-de-semana, nas redes sociais: Elon Musk será o convidado do "Saturday Night Live" no dia 8 de maio, o que significa que o magnata fará o monólogo inicial e participará nos vários sketches do conhecido programa da NBC.

Dono da Tesla está a desenvolver chip que se instala no cérebro e que permite ouvir música sem phones
Dono da Tesla está a desenvolver chip que se instala no cérebro e que permite ouvir música sem phones
Ver artigo

Ainda não sabemos ao certo no que irá consistir a participação do multimilionário, mas que ficará na memória, não há dúvidas. É que, para além de não ser habitual para os aficionados do late night ter um executivo no seu comando — a primeira e única vez que algo semelhante aconteceu foi com George Steinbrenner, sócio de Donald Trump e dos New York Yankees, em 1990 —, Musk não é o típico empresário sisudo a que estamos habituados.

Hoje em dia, é uma das personalidades mais conhecidas das redes sociais, fama que deve sobretudo às partilhas de memes e outras referências de cultura pop. Além disso, o fundador e CEO da Tesla já fez aparições em séries como "The Simpsons" e "The Big Bang Theory" e participou no filme "Homem de Ferro 2", em 2010.

Apesar do vasto currículo, Musk parece ainda não estar satisfeito e prepara-se para protagonizar o programa humorístico mais famoso dos Estados Unidos. Quem não está contente com esta participação é o elenco.

O primeiro a manifestar-se foi Bowen Yang. Logo após ter sido dada a notícia, o guionista e ator do programa publicou um emoji "preocupado" no Instagram.

Mais tarde, Musk manifestou-se sobre a sua presença no programa: "vamos lá ver o quão ao vivo o Saturday Night Live realmente está", post que Yang compartilhou e respondeu: "o que é que isto significa?"

Em seguida, foi a vez de Aidy Bryant publicar uma captura de ecrã de um tweet de Bernie Sanders, no qual o político critica as 50 pessoas mais ricas da América — lista esta que inclui o empresário.

Também o humorista Andrew Dismukes se expressou acerca do assunto: "A única CEO com quem quero trabalhar é a Cher-E Oteri", uma referência à atriz Cheri Oteri, que fez parte do elenco do "Saturday Night Live" entre 1995 e 2000.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.