Desta vez, não foi Sara Matos que abriu a quarta gala do "Ídolos", programa da SIC, que aconteceu na noite deste sábado, 11 de junho. Os sete finalistas que chegaram a esta fase do talent show deram início ao programa com o tema "À Minha Maneira", de Xutos & Pontapés, para anunciar o que aí vinha: uma gala dedicada à música portuguesa.

Todos os concorrentes cantaram um tema em língua portuguesa, desde “Flor Sem Tempo”, de Paulo de Carvalho, interpretada por Beatriz Almeida, a “Canção do Engate” de António Variações, cantada por Eduardo Gonçalves.

Pelo meio houve ainda uma atuação mais marcante, a de Eva Stuart, que escolheu um grande tema: “Sol de Inverno”, de Simone de Oliveira. A atuação mereceu pesados elogios dos jurados — a humorista Joana Marques, o maestro Martim Sousa Tavares, Tatanka, dos The Black Mamba, e a cantora Ana Bacalhau, que foi vocalista dos Deolinda.

Sara Matos e Ana Moura dão show de sensualidade na gala de "Ídolos"
Sara Matos e Ana Moura dão show de sensualidade na gala de "Ídolos"
Ver artigo

"Desta vez não andaste pelo palco, mas foste dona do palco, estando sempre no mesmo sítio. Incrível o que fizeste. A tua voz, os pianíssimos, e depois foste crescendo, sempre controlado. Fizeste aí um jogo de dinâmicas absolutamente incrível. Tivesse eu um chapéu e tirava-te", disse Ana Bacalhau, a primeira a falar sobre a filha de Wanda Stuart.

Outro largo elogio foi feito pelo maestro Martim Sousa Tavares. "Fui à loucura com a entrada porque nunca ninguém neste programa tinha arriscado tanto como tu arriscaste. Saíste mesmo da tua zona de conforto e acabámos por descobrir que não foste para uma zona de desconforto porque estás em casa a cantar assim. És incrível".

Contudo, o maestro foi mais duro com o concorrente que viria a sair no final do programa: Miguel Paiva. O alentejano de Beja interpretou "Tudo O Que Eu Te Dou", de Pedro Abrunhosa, mas não convenceu o jurado (e pelos vistos nem o público que não salvou Miguel da eliminatória). 

"Tiveste momentos bonitos, é certo, mas eu tenho de ser verdadeiro em relação àquilo que ouvi também. Isto vai doer um bocadinho, porque é em direto. Mas eu não acho que estiveste ao teu nível e ao nível da noite de hoje. Desafinado muitas vezes, num registo muito estranho da tua voz, parecia que tinhas tirado mal o tom, [estavas] numa zona muito grave. Coisas na dicção como 'na poltrona'. Na noite em que estamos a cantar em português — contra mim falo porque já inventei uma palavra há bocadinho [referindo-se a "verseta", expressão que usou quando comentava a atuação de Eva Stuart] — , mas tudo acabam por ser elementos que começam a fazer fraquejar a escolha da música", comentou.

Martim sente falta do Miguel Pavia do início, assim como Joana Marques e o público, que não votou o suficiente para que o concorrente passasse à próxima gala. No impasse entre Miguel e Fábio Augusto, acabou por sair o alentejano, que volta para Beja onde se prevê que nos próximos dias os termómetros rondem os 40 graus.

No talent show estão agora os concorrentes Eduardo Gonçalves, Gabriela Lemos, Fábio Augusto, Eva Stuart, Juliana Anjo e Beatriz Almeida.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.