A terceira gala de "Ídolos" arrancou com mais uma atuação de Sara Matos. A apresentadora do talent show da SIC dançou, juntamente com os bailarinos do formato, ao som de "Blinding Lights", do canadiano The Weeknd.

Na primeira gala do "Ídolos", houve açúcar de coco, um murro nos jurados e momentos... estranhos
Na primeira gala do "Ídolos", houve açúcar de coco, um murro nos jurados e momentos... estranhos
Ver artigo

Sara Matos usou uma criação do designer português Gonçalo Peixoto. O fato branco, constituído por umas calças de cintura descida e um body, remetia para indumentárias icónicas do universo pop do final da década de 90, de artistas como o grupo norte-americano TLC, Jennifer Lopez ou Destiny's Child.

De cabelo apanhado e o rosto adornado com caracóis de baby hair (cabelos mais curtos que crescem na zona da testa), a atriz usou ainda punhos e brincos dourados da TATÁ Art Jewelry.

Os convidados especiais da gala, Ana Moura e Pedro Mafama, interpretaram pela primeira vez ao vivo o tema "Agarra em Mim". Os músicos, que são também namorados e têm uma filha, Emília, de um mês, fizeram uma atuação plena de cumplicidade. A fadista de 42 anos usou um fato coleante, de inspiração motard. À semelhança de artistas como Rosalía e Anitta, Ana Moura aderiu à tendência que combina o lado desportivo dos blusões e calças de cabedal com a sensualidade das transparências.

Veja as fotos

Dos oito finalistas, houve um que ficou pelo caminho, mais precisamente Ana Carolina.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.