A terceira temporada de "Bridgerton" só chega à Netflix em 2023, mas, até lá, já sabemos com o que contar. A primeira e a segunda temporadas seguiram a ordem dos livros de Julia Quinn, autora da história, focando-se, portanto, em Daphne (Phoebe Dynevor) e depois em Anthony (Jonathan Bailey).

Assim, seria expectável que o próximo protagonista fosse Benedict (Luke Thompson), o segundo irmão mais velho, já que o terceiro livro da saga, "Um Perfeito Cavalheiro", é sobre ele. Mas não. Desta vez, os produtores da ssérie optaram por saltar uma das obras e dar palco, em vez disso, ao terceiro filho a nascer.

Fãs de "Bridgerton", temos novidades fresquinhas sobre a terceira temporada
Fãs de "Bridgerton", temos novidades fresquinhas sobre a terceira temporada
Ver artigo

Acompanharão, então, a história de Colin (Luke Newton), desenvolvida no quarto livro, "Os Segredos de Colin Bridgerton". Quase tão importante ou até mais, importa referir quem será o interesse amoroso deste Bridgerton. Nem mais, nem menos que a própria Lady Whistledown, portanto, Penelope Featherington (Nicola Coughlan).

Não é novidade que Penelope morre de amores por Colin, mas o sentimento, para já, não parece ser recíproco. Remetida à famosa "friendzone", Penelope tem sofrido ao ver o melhor amigo envolver-se com outras raparigas. Mas por que razão decidiram adiar o protagonismo de Benedict?

Bridgerton
Liam Daniel/Netflix © 2022 créditos: Netflix/Divulgação

A nova guionista da série, Jess Brownell, explicou isso mesmo à "Variety". "Sinto que este é o tempo do Colin e da Penelope. Porque temos acompanhado ambos os atores nos nossos ecrãs desde a primeira temporada e até já nos envolvemos um pouco com eles. Sabemos quem são enquanto pessoas", começou por dizer.

"Particularmente na última temporada, existem momentos de tensão entre eles, nos quais o Colin chega quase a perceber que a Penelope nutre sentimentos por ele, mas acaba por não chegar lá", recorda, justificando que quiseram antecipar essa dinâmica em vez de a adiar. "Pareceu-nos o momento perfeito", acrescentou.

A guionista argumenta que já se afastaram dos livros ao desenvolverem, em cada temporada, a história de cada irmão, o que não acontece nas obras, onde eles mal aparecem, exceto o protagonista. Mesmo que não seja a personagem principal, Benedict vai ser uma "parte vital" da terceira temporada.

Quanto a Colin e Penelope, que considera "personagens que trazem muita comédia à série", vão explorá-las de forma mais "profunda" e "séria", sem descurar o "romance" e as "partes mais sexy". Os dois "vão sair das sombras" e "encontrar-se um ao outro".

"Bridgerton", produzida por Shonda Rhimes, foi lançada a 25 de dezembro de 2020. Desde então, tem sido dos maiores sucessos da Netflix, chegando a ter o título de série mais vista de sempre, tendo sido depois destronada por "Squid Game", a produção sul-coreana.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.