Vamos poder recordar Maria João Abreu na televisão ainda este ano. A atriz, que morreu a 13 de maio de 2021 vítima de um aneurisma cerebral, participou numa série documental sobre a revista à portuguesa, género de teatro que catapultou a sua carreira na década de 80, que deverá estrear-se em breve. O projeto terá sido gravado durante os meses de janeiro e fevereiro, escreve a "TV 7 Dias", e deverá ser transmitido na RTP1 até ao final de 2021.

Adeus, Lucinda do "Médico de Família". Adeus, Céu de "Golpe de Sorte". Adeus, Maria João
Adeus, Lucinda do "Médico de Família". Adeus, Céu de "Golpe de Sorte". Adeus, Maria João
Ver artigo

Na série documental, idealizada por António-Pedro Vasconcelos, Maria João Abreu interpretou o "O Cochicho" e "Lisboa à Noite", dois dos maiores êxitos da revista à portuguesa. Também no mesmo documentário participam José Raposo, ex-marido da atriz, e Ricardo Raposo, o seu filho mais novo, entre outras personalidades, avança a "TV Mais".

"Gravar um documentário sobre a revista à portuguesa, o género de que ela mais gostava e no qual conquistou primeiramente o carinho do público ao lado do José Raposo, era algo que ela não podia deixar de fazer", revelou uma fonte próxima da atriz à mesma publicação, que salienta que Maria João Abreu não hesitou em aceitar o convite para fazer parte deste projeto.

"A Maria João tornou-se numa das mais populares artistas no teatro de revista e, ao lado do Zé – com quem chegou a ter uma produtora –, esgotou salas. E agora foi como encerrar um ciclo na carreira sem se estar à espera”, explica a mesma fonte.

Em maio de 2021, na altura da sua morte, Maria João Abreu integrava o elenco da novela "A Serra" e da sitcom "Patrões Fora", ambas na SIC.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.