Não precisa de esperar pela quarta-feira para dar tudo no cor de rosa. Está bem que é o que manda a regra de Regina George (Rachel McAdams) em "Giras e Terríveis", aquele clássico cinematográfico de 2004, mas o look eleito por Sara Matos para a última gala do "Ídolos", que teve lugar este sábado, 18 de junho, na SIC, prova que todos os dias são bons para apostar em cores berrantes. Mesmo aqueles em que a decisão do público quanto ao concorrente expulso gera indignação.

A apresentadora já nos tem vindo a habituar a looks incríveis, principalmente com recurso a brilhos. Na gala anterior, a 11 de junho, surgiu com uma criação de Luísa Coelho, que criou um vestido elegante num tom dourado e brilhante, desafiada pela stylist de Sara Matos, Gabriela Pinheiro. No entanto, desta vez, voltou à programação habitual e foi o criador português Gonçalo Peixoto quem voltou a assinar a peça chave deste visual. 

Sara Matos brilha (mesmo) na gala do "Ídolos". Tudo sobre o look da apresentadora
Sara Matos brilha (mesmo) na gala do "Ídolos". Tudo sobre o look da apresentadora
Ver artigo

Um vestido cor de rosa com mangas compridas, que primou pelos ombros descobertos e pelo corte peculiar na parte frontal. Justo na parte superior, mas com uma racha que, de quando em quando, desvendava os sapatos também cor de rosa que o acompanhavam.

Sara Matos
créditos: Carla Pires / Instagram

Ainda assim, foram as soqueiras da marca By Santana Pires, cravejadas a cristais, que nos roubaram o coração a mesma marca que Sara Matos usou na primeira gala em direto do "Ídolos".

Para completar o look, que, por si só, já destacava o bronzeado de Sara Matos, a apresentadora apresentou ainda uma maquilhagem de Miguel Stapleton e um penteado irreverente, com duas tranças entrelaçadas em faixas brilhantes, produzido pela Hairfusion Lisboa.

Mais uma gala, mais um concorrente eliminado

Mas não só de looks se fez a gala deste sábado, 18. Desta vez, os concorrentes foram desafiados a atuar em dose dupla, mas nem todos conquistaram o público.

Fábio Augusto foi eliminado por decisão dos espectadores, mas a eliminação gerou uma onda de indignação nas redes sociais.

"Esperar o quê de um programa em que um ‘júri’ não tem voto na matéria?", "que grande injustiça" ou "ou seja, o que tinha mais potencial a ganhar nem ao top-5 chega? Ridículo" foram apenas alguns dos comentários que inundaram a caixa de comentário da publicação no Instagram em que a SIC anunciou o concorrente eliminado, com a legenda "concorda?".

David Fonseca foi o artista convidado da noite e apresentou o seu novo tema, "Chasing The Light", no palco do talent show da SIC. No entanto, também a caixa de comentários em que a SIC e o "Ídolos" partilharam a atuação foi alvo de comentários sobre os concorrentes, tanto sobre os que ainda continuam em jogo como sobre Fábio Augusto, recentemente eliminado.

"Como o que é um futuro finalista que era o Fábio sai do programa?", escreveu um internauta. "Edu, és o maior, vais ganhar o 'Ídolos' 2022", comentou um outro utilizador.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.