Rui Pedro terá proferido ameaças contra Joana nos bastidores da última gala do "Big Brother - A Revolução" e a GNR chegou mesmo a ser chamada ao local. Depois de o empresário afirmar que foi "vítima de mentiras" e que tudo não passa de "pura falsidade", chegou a vez de Joana contar a sua versão dos factos. A designer de moda fez um direto no Instagram nesta segunda-feira, 14 de dezembro, no qual esteve à conversa com José Castelo Branco.

A designer de moda começou por dizer que estava já fora dos estúdios da Venda do Pinheiro e que Rui Pedro, quando chegou, começou a insultá-la. "Começou a ameaçar-me, a dizer que se eu voltasse a falar no nome dele que me partia a boca toda", revelou a ex-concorrente.

"Disse que me partia aos bocadinhos", referiu Joana, dizendo ainda que o ex-concorrente chegou a ameaçar também a sua famíia. "Ameaças de morte para mim não têm desconto, ele disse tudo e mais alguma coisa. Chegou a dizer à Andreia que se me apanhasse numa esquina à noite... que nunca ninguém se iria aperceber", admitiu a José Castelo Branco, referindo-se às ameaças feitas pelo empresário.

Rui Pedro vai agir judicialmente contra Joana. Ex-concorrente quer pôr fim a onda de "falsidade pura"
Rui Pedro vai agir judicialmente contra Joana. Ex-concorrente quer pôr fim a onda de "falsidade pura"
Ver artigo

Apesar de Carina ter revelado que não viu o conflito entre Joana e Rui Pedro, a designer de moda afirma que a nortenha terá ouvido as ameaças, pois ambas estavam juntas. "O Carlos também ouviu uns bitaites, mas não ouviu a ameaça direta", afirmou, acrescentando que "pessoas da produção também sabem".

Veja aqui o momento.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.