Nos últimos dias dentro da casa mais vigiada do País, Laura Galvão tem-se mostrado triste. No início da semana, procurou consolo em Bruno de Carvalho, mas, desde então, a tristeza não parece ter passado. Na terça-feira, 11 de janeiro, passou algum tempo deitada na cama, cabisbaixa, enquanto os colegas do "Big Brother Famosos" a tentavam animar.

Jay Oliver, amigo da atriz e que já a conhecia fora da casa, lembrava Laura: "Nós estamos aqui para te dar força. Já passa. São só dois mesitos". "Não quero", respondeu a concorrente. "Já passaram duas semanas", reforçava o cantor angolano. "Eu quero ir para casa", retorquia Laura, sem hesitar. Também Jaciara e Liliana se esforçaram para retirar a ideia da cabeça da atriz.

Marta impede Laura de ouvir a filha. Atriz busca consolo em Bruno de Carvalho
Marta impede Laura de ouvir a filha. Atriz busca consolo em Bruno de Carvalho
Ver artigo

Laura Galvão esteve a chorar no confessionário, explicando ao Big Brother que já está a ficar irritada com tudo o que acontece: "Tudo me está a irritar, as pessoas estão-me a começar a irritar, só o falarem já me irrita (...) Uma pessoa tem que saber quais são os seus limites", dizia ao anfitrião da casa. "Eu pensava que conseguia, mas não consigo", assegurou.

Enquanto o Big Brother lhe pedia para respirar fundo, Laura repetia não conseguir mais. "Estou a definhar aqui", reforçou ainda no confessionário, visivelmente perturbada.

Este estado de espírito acontece na semana após o dilema da gala de domingo, em que a colega Marta Gil decidiu não deixar Laura Galvão ouvir uma mensagem da filha ao recusar passar 24 horas no camarim com Leandro.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.