Carlos, concorrente do "Big Brother - A Revolução" não esconde a relação que mantém fora da casa com a namorada e fala muitas vezes da sua cara metade. Nesta manhã de sexta-feira, 16 de outubro, Andreia foi ao "Você na TV!" para desvendar um pouco mais sobre o companheiro.

"Inicialmente, não aceitei [a entrada do Carlos no programa] e ele nunca tinha comentado que queria entrar em algo deste género", revelou Andreia em conversa com Manuel Luís Goucha. "Assustava-me a exposição, que não é só dele. Sou eu e a família, sendo que eu acabo por ser a mais exposta porque ele fala muito de mim", frisou.

A companheira de Carlos afirmou que ele não tem noção daquilo que se passa fora da casa e, por isso, acaba por envolvê-la mais e dirigir-lhe várias mensagens de afeto. "Estou a gostar da prestação dele, sempre coerente e tranquilo", disse

Questionada pelo apresentador com a possibilidade de surgir algum envolvimento entre o jovem e outra residente da mansão da Ericeira, Andreia foi perentória: "Ele deixou claro que não ia acontecer nenhum envolvimento lá dentro, mas se tivesse de acontecer cá fora era a mesma coisa".

BB - A Revolução Carlos Aleluia
Carlos Aleluia com a namorada créditos: Instagram

Violência doméstica, bullying e relação com o pai

O concorrente de Odivelas tem um passado conturbado, mas que já deixou para trás. "Ele foi criando ao longo do tempo uma revolta e chegou a praticar bullying [a alguns colegas da escola]", referiu Andreia, acrescentando que Carlos exteriorizava as emoções dessa forma devido aos problemas de violência doméstica que tinha em casa.

Carlos mantém uma relação distante com o pai, a quem foi diagnosticado transtorno bipolar recentemente. Mas a distância entre ambos já não é de agora. Há uns anos, o rapper chegou a ser ameaçado de morte pelo pai e só mais tarde percebeu que a atitude estava relacionada com a doença.

"BB - A Revolução". Carlos fala sobre a relação difícil com o pai: "Foi um choque vê-lo internado"
"BB - A Revolução". Carlos fala sobre a relação difícil com o pai: "Foi um choque vê-lo internado"
Ver artigo

"O bullying acabou desde que ele terminou a escola. Ainda tem algumas caraterísticas que não quer dizer que sejam negativas, são traços de personalidade. Mas já não é agressivo", garantiu Andreia. "Quando o conheci ainda era um pouco infantil e metia-se em algumas discussões. Depois fui tentando contrariar toda essa revolta, porque tudo se baseava nisso", frisou.

Andreia contou que conhece Carlos desde os 12 anos, tinha ele 16. No entanto, só quando ela completou 18 anos é que o participante do "Big Brother", já com 22, a tentou conquistar. Revelou ainda que tinha fama de andar com várias raparigas e não ter objetivos delineados, mas agora tudo parece ter mudado. Os dois jovens mantêm uma relação sólida.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.