Fixe este nome: The Editory Riverside Santa Apolónia Hotel. Pode ser o lugar da sua próxima estadia na cidade de Lisboa já a partir de segunda-feira, 7 de fevereiro. É nesta data que abre o hotel de cinco estrelas do grupo The Editory Collection Hotels, detido pela Sonae Capital, dentro da histórica estação de Santa Apolónia, em Lisboa, inaugurada a 1 de maio de 1865.

Prestes a completar 156 anos, a estação vai festejá-los com uma nova unidade de luxo de cinco estrelas resultante de um investimento no valor de 12 milhões de euros. A reabilitação do estação, agora com uma fachada vermelha tal como em 1990, vai dar lugar a um total de 126 quartos, com 11 tipologias distintas e vista rio ou para a estação, todos temáticos.

Entre os melhores pequenos-almoços de hotel do mundo há um português. Saiba onde fica
Entre os melhores pequenos-almoços de hotel do mundo há um português. Saiba onde fica
Ver artigo

A história ferroviária portuguesa, assim como as viagens, vão tomar conta da decoração e a combinação de ambos os temas culmina numa "atmosfera requintada, sóbria sem ser austera, elegante na sua leveza de anfitriã de viajantes, desenhada para cidadãos do Mundo", de acordo com a descrição do hotel no site oficial.

O The Editory Riverside Santa Apolónia Hotel ocupa 10 mil metros quadrados da ala nascente e dos pisos superiores (três no total) do corpo central da estação e nos quais se incluem o health club, a Sala Nobre para reuniões e eventos até 30 pessoas que decorrerão sob um teto de estuque do século XIX, e o restaurante e bar.

Esqueça o fine dining próprio dos hotéis, porque para a nova unidade na estação histórica foi desenhado um conceito de fun dining, com cozinha de autor do chef André Silva. O foco será a gastronomia portuguesa, com algum arrojo inspirado "nos produtos que representam fielmente as várias linhas de ligação regional que convergem na Estação de Santa Apolónia".

Será tudo preparado numa cozinha aberta "a evocar uma bilheteira, com janelas para a própria estação", referem os promotores num comunicado divulgado esta sexta-feira, 4 de fevereiro, a que o "Diário de Notícias" teve acesso.

A viagem continua até ao bar do hotel, mais um ponto de destaque deste comboio de deleite. "Um imponente bar ao centro recria, de forma requintada, um ambiente que remete para o interior de uma carruagem-bar, com uma carta de merendas a cumprir a fiel tarefa de oferecer opções que ilustram as diversas matérias-primas regionais que chegam por via-férrea a Santa Apolónia", referem os promotores.

A unidade não descura ainda os tempos que vivemos: se viajar de comboio é uma alternativa mais sustentável em relação ao carro ou ao avião, viajar no The Editory Riverside Santa Apolónia Hotel é a garantia de adormecer num hotel com certificação ambiental Building Research Establishment Environmental Assessment Method (BREEAM), isto é, que cumpre com requisitos de sustentabilidade no que diz respeito a várias categorias, desde os materiais usados no edifício à gestão da água.

Veja como vai ser o novo hotel, cuja noite para duas pessoas custa desde 130,50€ (segundo uma simulação feita no site para fevereiro).

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.