Parece que não, mas até o Presidente da República precisa de férias. Marcelo Rebelo de Sousa rumou a Porto Santo para uns dias de descanso e fez questão de pagar o voo e viajar em classe económica.

Já garantiu aos jornalistas que os próximos dias vão ser de "praia, praia, praia", mas a escolha do destino não foi ao acaso. Marcelo quer incentivar os portugueses a explorar o País e quer também ele ser uma alavanca para os negócios que mais sofrem com os efeitos da pandemia.

De máscara posta, como é regra no arquipélago da Madeira, Marcelo fez uma pausa nos dias de sole a areia para um clássico de quem vai a Porto Santo: provar uma lambeca. Este é o gelado mais conhecido da ilha e é feito há mais de cinquenta anos. São servidos em cone de bolacha e estão disponíveis em mais de 15 sabores.

Marcelo deixa-lhe a primeira dica e nós tratamos do resto. A MAGG traçou um plano para quem, tal como o presidente, quer alavancar a economia com umas férias na ilha. Restaurantes, hotéis e atividades em alto mar, saiba tudo oq ue pode fazer em Porto Santo.

Onde ficar

O presidente escolheu o Hotel Porto Santo para ficar nestas curtas férias. Se quiser seguir o exemplo, saiba que além de quartos, este empreendimento tem também villas, ideais para quem vai em família. os preços começam nos 79€ por noite em quarto duplo ou 320€ nas villas.

Se for para continuar em grande, conte com o Pestana Porto Santo Beach Resort & SPA, que além de praia privativa, tem duas áreas de piscinas e mais de 30 mil metros quadrados de jardins. Uma noite em quarto duplo tem um custo mínimo de 188€.

A juntar luxo e segurança, o hotel Vila Baleira Resort, no Porto Santo, reiniciou a sua actividade contando, para além do selo 'Clean & Safe' (que distingue as actividades turísticas que assegurem o cumprimento de requisitos de higiene e limpeza), com a inclusão de um seguro e oferta do teste de diagnóstico à COVID-19. O seguro garante as despesas de assistência e repatriamento caso um hóspede contraia a COVID-19 durante a sua estadia na ilha.

Guerra de Praias #06. A Praia do Porto Santo é a melhor do mundo
Guerra de Praias #06. A Praia do Porto Santo é a melhor do mundo
Ver artigo

Onde comer

A ilha é pequena, mas não faltam opções. Numa junção entre TripAdvisor e perguntas a quem lá costuma passar férias, aqui ficam as sugestões da MAGG:

. O Calhetas para peixe fresco

. João do Cabeço para o melhor prego no bolo do caco de Portugal, palavra dos locais.

. Casa d' Avó para os bifes com pimenta

. Pé n'Areia para uma refeição à beira mar

. Casa do Velho Dragoeiro para uma cataplana, uma caldeirada de peixe, leitão ou osso buco. E tem várias opções vegetarianas, uma raridade na ilha.

O que fazer

Praia, claro. Afinal a praia de Porto Santo foi considerada uma das dez mais seguras da Europa, num ranking feito pelo European Best Destinations Organization (EBD), organização tutelada pela Comissão Europeia.

O areal de nove quilómetros permite o distanciamento social necessário e a posição geográfica ajuda a que este destino esteja sempre no topo das escolhas seguras para umas férias com bom tempo. É que a influência da corrente marítima quente do Golfo permite que a água do mar mantenha temperaturas anuais acima da média, ideal para banhos e prática de desportos náuticos como o mergulho, surf, windsurf, snorkelling e passeios de barco.

Saltamos já aqui para as atividades mais radicais que uma ilha pacata oferece. Se a ideia não é passar uma semana só a apanhar sol, é sempre possível aproveitar as outras valências da praia.

No Porto Santo existe boa visibilidade até cerca dos 40 metros de profundidade e os pontos de mergulho mais interessantes são recifes artificiais, resultantes dos navios que ali se encontram afundados, a 30 metros de profundidade. A empresa Porto Santo Sub é uma das que oferece essa experiência, mas também atividades como stan up padel e snorkeling.

Um passeio de barco até ao Farol custa 35€ (20€ para crianças) e oferece, além da visita feita de barco, um passeio pedestre interpretativo com regresso ao cais onde à espera está uma mesa com comida e bebida típica.

Há campos de golfe, um picadeiro para aprender a andar a cavalo e ainda os espaços de thalassoterapia, como o Vila Baleira, aproveitando as águas ricas em iodo, cálcio, magnésio e estrôncio.

Guia rápido com 70 coisas imperdíveis para fazer na Madeira
Guia rápido com 70 coisas imperdíveis para fazer na Madeira
Ver artigo

Trivias para fazer de si um expert em porto Santo

Primeiro que tudo, se quer falar como um madeirense diga sempre "no" Porto Santo. Estamos esclarecidos?

Agora que já sabe falar como um local, saiba que esta ilha foi descoberta por acaso. Os marinheiros portugueses que navegavam na costa africana em busca de novas rotas para o leste enfrentaram uma tempestade. Devido à sua brutalidade, o navio quebrou as amarras, navegaram sem rumo durante um certo tempo e acabaram por dar a costa numa ilha à qual deram o nome de Porto Santo.

Porto Santo é conhecida como Ilha Dourada pela falta de chuva que dá aos campos pouco verde e uma tonalidade mais arenosa. É quase impossível cultivar na ilha, devido à falta de chuva e quase todos os produtos acabam por ser importados do Funchal.

E Cristóvão Colombo que viveu na ilha? E a casa que foi sua é agora um museu.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.