Mais do que um simples elemento de decoração para o Halloween, a abóbora, que pertence à família das cucurbitáceas, "a mesma do melão, melancia e do pepino, é um fruto com diversos benefícios para a saúde". Quem o diz é a nutricionista Lillian Barros, destacando ainda que a abóbora possui um baixo valor energético (de apenas nove calorias por 100 gramas) e um conteúdo moderado de hidratos de carbono, sendo ainda rica em minerais, como o potássio, ferro, cálcio, magnésio e vitaminas B e C.

Brigadeiro ou travessura? Estes doces foram feitos a pensar no Halloween (e são uma tentação)
Brigadeiro ou travessura? Estes doces foram feitos a pensar no Halloween (e são uma tentação)
Ver artigo

De acordo com a nutricionista, estas são características que fazem com que a abóbora represente vários efeitos benéficos para a saúde. "Tem potencial antidiabético, anticarcinogénico, antioxidante e antimicrobiano", explica Lillian Barros à MAGG.

Além de ser um alimentos extremamente versátil (já que dá para usar em entradas, sopas, pratos principais e até sobremesas), pode também ser consumido na sua totalidade — evitando o desperdício alimentar. "A polpa pode ser incluída em assados, salteados, purés e até bolos. As cascas podem ser utilizadas na sopa e as sementes podem ser tostadas e usadas como topping crocante", sugere a nutricionista, referindo que as sementes são ricas em proteínas e vitamina E, e delas pode ser extraído um óleo comestível, rico em ácido oleico.

Quanto aos tipos de abóbora, prepare-se porque o difícil vai ser escolher. É que este alimento nasce sem se dar conta. Abóbora menina, hokkaido, japonesa, gila, abóbora manteiga e abóbora esparguete são algumas das alternativas que, segundo Lillian Barros, são ótimas para incorporar diariamente na alimentação.

Para quem ficou com vontade de ir para a cozinha e começar já a preparar novas especialidades com este alimento, deixamos cinco sugestões de receitas apetitosas e saudáveis.

Chips de casca de abóbora

chips abóbora

Ingredientes: 

— casca de abóbora manteiga
— 1 fio de azeite
— 1 pitada de sal
— flor do sal para servir

Modo de preparação: 

Lave e descasque a abóbora. Coloque as cascas num tigela, junte o azeite e misture bem. De seguida, polvilhe com uma pitada de sal.

Num tabuleiro forrado, espalhe as cascas sem que elas fiquem umas em cima das outras e leve ao forno pré-aquecido a 180 gaus por dez minutos.

Mexa ligeiramente e volte a colocar no forno por mais cinco minutos. Verifique se já estão crocantes. Por fim, retire do forno e polvilhe com flor de sal.

Esta receita é da nutricionista Lillian Barros.

Húmus de abóbora

Húmus de abóbora
créditos: Made by Choices

Ingredientes: 

250 grs grão-de-bico já cozido
300 grs puré de abóbora ou abóbora cozida
— Sumo de meio limão
— 2 colheres de sopa de azeite
1 dente de alho
1 colher de sobremesa Tahini
— pimenta preta a gosto
— c
urcuma em pó a gosto
— s
al marinho

Modo de preparação: 

Num processador de alimentos, junte todos os ingredientes e triture na velocidade máxima até obter a textura desejada. Sirva com pão ou palitos de cenoura.

Esta receita é da página "Made By Choices".

Salada quente de abóbora assada com nozes e queijo feita

Salada de Abóbora

Ingredientes:

— 500g de abóbora cortada em meias luas ou cubos
— 150g de queijo feta
— 1 chávena de nozes
— 3 chávenas de mistura de salada a gosto (rúcula, espinafres, agriões)
— Hortelã e coentros frescos
— Azeite q.b.
— Sal a gosto

Modo de preparação: 

Comece por pré-aquecer o forno a 180.ºC. Depois corte a abóbora e tempere-a com um fio de azeite e sal. Leve ao forno, num tabuleiro de forno, por 30 a 40 minutos ou até ficar dourada. Retire do forno e deixe arrefecer durante dez minutos.

De seguida, junte ao assado, no tabuleiro, a mistura de salada juntamente com as nozes picadas e o queijo feta em cubos ou esfarelado. Por fim, polvilhe com hortelã e coentros frescos picados.

Esta receita é da nutricionista Iara Rodrigues.

Massa com molho de abóbora

Massa
créditos: anita.healthy/Instagram

Ingredientes:

— 500g abóbora
— 1 colher de sopa azeite
— 1 dente de alho
— 1 colher de sopa de maizena ou farinha de araruta (mais saudável)
— 1 chávena bebida vegetal sem açúcar (usei de amêndoa)
— 3 colheres sopa levedura nutricional (ou queijo - vegan - ralado)
— Sal, pimenta e um pouco de paprika
— 200g Massa a gosto

Modo de preparação:

Comece por cozinhar a massa. Para fazer o molho, coloque a abóbora a cozer com muito pouca água por cerca de 25 minutos (ou leve ao forno).

Retire toda a água e coloque num robot de cozinha ou liquidificador com os restantes ingredientes (exceto a massa). Cozinhe uns 10 minutos em lume brando e quando começar a engrossar desligue o lume e envolva o molho na massa cozida. Por fim, pode acrescentar brócolos, queijo (vegan) ralado ou o que quiser.

Esta receita está disponível da página de Instagram de Rita Nunes.

Waffles veganas de abóbora

Waffle
créditos: Laranja-Lima Nutrição

Ingredientes:

— 1 pedaço grande abóbora
—1 chávena e meia de bebida de aveia
— sumo de ½ limão
— 2 chávenas de farinha de aveia integra
— 2 colheres de sopa de linhaça castanha moída
— 2 colheres de chá de fermento em pó
— 2 colheres de chá de canela em pó
— 1 pitada de sal iodado
— 2 colheres de sopa de óleo de coco
— 2 colheres de sopa de xarope de ácer biológico

Modo de preparação: 

Descasque um pedaço de abóbora, parta em pedaços pequenos e coza a vapor ou em água sem sal. Escorra bem, triture e deixe arrefecer. Misture a bebida de aveia com o limão, numa caneca, e deixar repousar.

À parte, numa tigela grande, misture os ingredientes secos (pode adicionar mais especiarias além da canela) e verta então a bebida de aveia com limão, ½ chávena do puré de abóbora, o óleo de coco derretido e o xarope de ácer.

Envolva tudo com um salazar (não importa se ficar com grumos) e deixe repousar, enquanto a máquina das waffles aquece. Depois, coloque duas colheres de sopa de massa por cada waffle e deixe cozinhar uns três minutos até ficar dourado e crocante. Repita o processo até acabar a massa.

Esta receita é da nutricionista Ana Isabel Monteiro.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.