Chama-se Falta de Chá e acabou de chegar ao mercado. Tal como o nome indica, é um chá, 100 por cento português, criado com nove plantas com propriedades altamente diuréticas, que combate a retenção de líquidos, ajuda o corpo a desinchar e promove o emagrecimento. Mas por ser constituído por nove plantas com o teor diurético, será que se pode beber Falta de Chá todos os dias? Fomos saber.

Os benefícios do chá estão mais do que comprovados pela ciência, e se beber, pelo menos, três chávenas por semana, pode até ter uma vida mais longa e saudável. Foi essa a conclusão de um estudo publicado em janeiro de 2020 pela Sociedade Europeia de Cardiologia, citada pelo "ScienceDaily". Durante o estudo, que contou com mais de 100 mil participantes, os investigadores perceberam que todas as pessoas que bebiam chá habitualmente, ou seja, três ou mais vezes por semana, tinham hábitos de vida mais saudável e uma maior esperança média de vida e que tinham uma probabilidade 20% menor de ter uma doença cardíaca ou AVC.

Além disso, o chá é uma das formas mais simples de combater a desidratação do organismo e eliminar toxinas em excesso. Além disso, pode conter plantas que aceleram o metabolismo.

Falta de Chá. O novo chá português que ajuda a desinchar e combate a retenção de líquidos
Falta de Chá. O novo chá português que ajuda a desinchar e combate a retenção de líquidos
Ver artigo

Contudo, a presença destas plantas e as reações que causam no organismo fazem com que exista uma necessidade de controlar a quantidade de chá ingerida por dia. Isto porque o cá verde, por exemplo, contem taninos, que podem reduzir a absorção de ferro pelo organismo, tal como indica um estudo publicado em fevereiro de 2017 pela Academia de Oxford.

Por outro lado, existem chás que são ricos em cafeína e que, quando consumidos em excesso, podem afetar os ciclos do sono e até causar insónias. Apesar de uma chávena à noite ser reconfortante, é importante que tenha em conta os componentes presentes e, acima de tudo, não beber mais do que o recomendado pela embalagem.

No caso do Falta de Chá, o chá com propriedades altamente diuréticas, que contém oito plantas naturais e uma raiz (o gengibre), pela sua combinação, o recomendado é que se consumam entre uma a três saquetas diárias. De acordo com o fabricante, esta a quantidade ideal para ajudar a reduzir a sensação de inchaço, combater a retenção de líquidos, promover o emagrecimento e auxiliar na perda de peso.

O chá pode ser preparado a quente ou a frio, como preferir, e pode encontrá-lo à venda através do site oficial. Está disponível em caixas individuais (24,90€), com 60 saquetas cada, ou num pack de três caixas com desconto de 50% na terceira unidade (62,25€ em vez de 74,70€). Pode saber mais no site oficial do Falta de Chá.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.