As temperaturas estão baixas. Chove, há vento e a rua não é confortável. O inverno passa-se de janelas fechadas, quase sempre entre quatro paredes. Se alguém estiver doente, a probabilidade de os outros também ficarem é grande: “A aglomeração de pessoas em espaços fechados, mais comum no tempo frio, facilita a transmissão dos vírus, que se faz por inalação de gotículas de secreções respiratórias [aquelas que expelimos quando espirramos ou tossimos]”, explica à MAGG André Casado, médico de Medicina Interna do Hospital da Luz.

Mas este é apenas um dos motivos que aumenta o caso de doenças no inverno. O mal-estar provocado por diferentes “estirpes de rinovirus” — aquelas que geram as constipações mais comuns, como a “rinofaringite, nasofaringite ou coriza” — acontece porque o corpo, nas vias aéreas superiores (cavidade nasal, faringe e laringe), tem condições mais propícias para receber estes hospedeiros.

De acordo com o médico, estes agentes “invadem e reproduzem-se mais eficazmente a cerca de 33 graus, a temperatura da mucosa nasal em tempo frio.” Por isso é que o corpo reage com febre: “Trata-se, provavelmente, de um dos mecanismos inatos, e mais básicos, de resposta à infeção nos vertebrados na tentativa de eliminar o agente invasor criando condições térmicas desfavoráveis à sua instalação e replicação”, explica André Casado.

8 lanches para os miúdos com as calorias certas
8 lanches para os miúdos com as calorias certas
Ver artigo

A gripe é diferente e mais grave. O seu vírus, o Influenza, “invade com frequência as vias aéreas inferiores, como a traqueia, os brônquios e o tecido pulmonar, onde a temperatura é de cerca de 37 graus.”

Além disso, as próprias defesas, com as temperaturas baixas, respondem de forma menos eficaz: “As células em cultura mantidas em temperaturas mais frias produzem uma resposta imunitária menos intensa quando invadidas pelos vírus, o que constitui uma relação muito importante entre exposição ao frio e susceptibilidade à infeção.”

Rita Boavida, nutricionista e autora do livro “O Fator pH”, explica que existem formas de fortalecer o sistema imunitário, como a prática de desporto e o consumo de fontes ricas em nutrientes que aumentem as defesas do organismo. Se passa grande parte do inverno com o nariz entupido, aposte nestes alimentos.

Newsletter

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.