Esqueça as gaivotas ou as motas de água, e comece já a pensar nos quilómetros que vai poder pedalar sobre a água. Sim, ouviu bem. Chegou a Portugal a bicicleta elétrica aquática.

Pedalar Lisboa. Pegue na bicicleta, junte-se a este grupo e queime calorias a conhecer a capital
Pedalar Lisboa. Pegue na bicicleta, junte-se a este grupo e queime calorias a conhecer a capital
Ver artigo

O novo veículo e-bike, Hydrofoiler XE-1, desenvolvido na Nova Zelândia, foi trazido para Portugal pela empresa Boomlift, e destina-se à prática desportiva e recreativa em lagoas, rios e praias. Com um motor elétrico de 460 watts e sistema hydrofoil, utiliza a força exercida sobre o pedal para flutuar sobre a água, sendo esta uma atividade que qualquer pessoa consegue fazer.

Quem o diz é Rodrigo Simões, responsável pelo projeto das bicicletas aquáticas na Boomlift. "Apesar de à primeira vista parecer ser complexo, em apenas uma hora, é possível a pessoa entender a dinâmica da bicicleta e usufruir ao máximo esta inovação". À MAGG, Rodrigo explica ainda que o facto de a bateria oferecer sete níveis de assistência faz com que possamos pedalar no nível mais avançado e "apenas com o rodar dos pedais, a bicicleta anda", sendo este um nível de esforço muito reduzido. "Se quisermos fazer uma sessão de treino, reduzimos o nível de assistência e passamos a esforçarmo-nos mais."

A ideia de trazer o produto para Portugal surgiu há cerca de dois anos, mas a pandemia da COVID-19 fez com que o processo se atrasasse e só este ano fosse possível colocar o equipamento nas praias nacionais. Desde julho que a bicicleta é comercializada no País e foi também nesta altura que começaram a ser feitas as primeiras demonstrações nas praias. "No primeiro dia em que testámos a bicicleta na Praia do Vau, em Portimão, digo que todos os que lá estavam se levantaram e vieram ver o que se estava a passar."

Para já, o objetivo da Boomlift é chegar a empresas concessionárias que possam rentabilizar a compra desta bicicleta, cujo preço ronda os 10 mil euros. "Tal como na praia podemos alugar gaivotas ou motas de água, a ideia é que esta seja também uma opção. É algo que não é para todos os bolsos, mas dentro dos bolsos que podem, é também para um público específico. Apesar de a bicicleta estar a vender muito bem em todo o mundo, a própria marca é a primeira a reconhecer que, para se vender ainda melhor, é preciso baixar o preço", remata Rodrigo Simões.

Para saber mais sobre este produto e possível compra basta entrar em contacto com a Boomlift. 

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.