Os apresentadores do programa “This Morning”, do canal inglês ITV, estão debaixo de fogo e são já mais de 30 mil as pessoas que assinaram uma petição a exigir a sua demissão, depois de terem sido apanhados numa imagem a passar ao lado da fila de pessoas que estavam à espera para ver o caixão da rainha Isabel II. Holly Willoughny e Phillip Schofield assumem que as imagens “dão a entender isso”, mas garantem que não fizeram nada de errado.

Depois do funeral da rainha, ficam resquícios dos casos que marcaram o acontecimento mais mediático do ano em Inglaterra. E agora os alvos parecem ser dois pivôs de televisão. O que pode ser considerado por alguns como um incidente aconteceu na sexta-feira, 16 de setembro. Holly e Phillip, que estavam a fazer a cobertura jornalística do funeral para o canal ITV, foram captados por uma imagem televisiva a passar ao lado da fila de milhares de pessoas que se preparavam para o último adeus à rainha. De imediato, a imagem começou a circular nas redes sociais, nomeadamente no Twitter, e a gerar milhares de comentários contra os pivôs do “This Morning”, que parecia estarem a furar a fila. Seguiu-se a criação de uma petição pública, que já recolheu mais de 30 mil assinatiras, a exigir a demissão de Holly e Phillip. 

Medalhas ao peito do neto de 14 anos da Rainha Isabel II geram contestação. Mas há uma explicação
Medalhas ao peito do neto de 14 anos da Rainha Isabel II geram contestação. Mas há uma explicação
Ver artigo

Só que já esta terça-feira, 20 de setembro, os jornalistas vieram explicar a situação e garantir que não fizeram nada de errado. “Tal como todos os outros jornalistas acreditados, foi-nos dada autorização oficial para aceder ao salão, estritamente para efeitos de reportagem”, começou por esclarecer Holly Willoughny. “Fomos escoltados por um corredor ao lado de todas as pessoas, que caminhavam numa área alcatifada, e levados para uma zona própria”, explicou. Os repórteres foram encaminhados não porque quisessem ver o corpo da rainha, mas “para uma pausa”. A jornalista diz ainda que nesse trajeto não viu a rainha, e não era o objetivo. “Respeitámos todas essas regras. Mas admitimos que para quem veja as imagens possa ter parecido outra coisa e, portanto, compreendemos totalmente a reação”.

A estação de televisão ITV também saiu em defesa dos seus profissionais. Num post partilhado no Instagram do canal, foi dada a garantia de que não houve qualquer violação das regras. “Eles não saltaram a fila, não tiveram acesso VIP e não passaram pela Rainha. Estiveram lá, a título profissional, como parte dos meios de comunicação social do mundo para relatar o evento".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.