Portugal regista já 47.426 infetados e 1.676 mortos pelo novo coronavírus. São estes os novos dados avançados pela Direção-Geral da Saúde (DGS) no boletim epidemiológico desta quarta-feira, 15 de julho. Estes números representam um aumento de 375 infetados, enquanto as vítimas mortais registadas são mais oito do que as de ontem.

Esta quarta-feira, 15, também está a ser marcada pela situação adversa das companhias aéreas, depois de o diretor geral da Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA), Alexander de Juniac, ter revelado: "Nós estamos a pedir ajuda aos passageiros", acrescentando ainda: "É verdade, e estamos a pedir ajuda 'de joelhos'", diz, de acordo com o "Notícias ao Minuto", que cita a agência Lusa.

Madalena Brandão infetada com COVID-19
Madalena Brandão infetada com COVID-19
Ver artigo

Em causa estão as companhias aéreas apoiadas pela França e por outros Estados europeus, que estão a reembolsar o valor das passagens para voos cancelados 'na forma de créditos', em vez de fazer o reembolso em dinheiro pelos voos cancelados. É por isso que pedem "ajuda 'de joelhos', devido à à grave situação financeira em que as companhias se encontram. No entanto, se os passageiros exigirem, o dinheiro é reembolsado, mas terá um atraso de pelo menos nove meses.

Ainda sobre a COVID-19, não na perspetiva das consequências, mas dos avanços, parece que há um novo teste que deteta o vírus em menos de 10 minutos e só custa 12 euros. A notícia, avançada pelo jornal italiano "Corriere", dá conta de que o mesmo foi testado na região italiana de Veneto e pode ser uma ajuda em novas vagas. Contudo, este teste deteta apenas positivos com alta carga viral.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.