A apresentadora da SIC Júlia Pinheiro, 60 anos, foi novamente internada, no Hospital da Luz, em Lisboa. Desta vez, os médicos não conseguem perceber exatamente o que pode estar na origem do problema de saúde que tem deixado Júlia Pinheiro num "quadro de debilidade generalizada", revela o "Correio da Manhã". A apresentadora tem apresentado "fortes dores de cabeça, entre outros sintomas", diz ainda o jornal.

A família de Júlia Pinheiro está muito preocupada com a situação clínica sobretudo porque os médicos parecem não conseguir encontrar uma explicação óbvia para o que está a causar os problemas de saúde e os sintomas fortes da apresentadora da SIC. Já foram realizados diversos exames, mas nenhum terá sido conclusivo, garante o "CM". O marido de Júlia Pinheiro, Rui Pêgo, tem visitado todos os dias a mulher, acompanhado das filhas gémeas do casal, Matilde e Carolina. À distância, por estar a estudar em Inglaterra, Rui Maria Pêgo, filho de Júlia, também tem prestado todo o apoio à mãe.

Júlia Pinheiro afastada da TV após operação. "Já estava fora do prazo de validade"
Júlia Pinheiro afastada da TV após operação. "Já estava fora do prazo de validade"
Ver artigo

Os problemas de saúde de Júlia Pinheiro têm sido notícia ao longo de todo o mês de novembro. Mas primeiro devido a uma operação à vesícula, a que foi submetida a 5 de novembro. Na altura,  a cirurgia parecia ter sido algo de resolução relativamente rápida, e a apresentadora chegou mesmo a voltar à SIC, alguns dias após ter tido alta hospitalar. Foi ao programa da manhã, o "Casa Feliz", e o que estava previsto era que ainda nessa tarde já apresentasse o seu programa, o "Júlia". Mas tal não aconteceu. Bárbara Guimarães foi chamada para a substituir de urgência. De então para cá, o formato tem sido assegurado por Andreia Rodrigues, e assim deverá continuar a ser por tempo indefinido.

Recorde-se que já em setembro Júlia Pinheiro tinha estado ausente da SIC na altura devido a um problema nos ouvidos que lhe causava desequilíbrios.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.