Não são boas notícias para o turismo português, com especial foco no Algarve: o governo britânico voltou a excluir Portugal da lista de países com corredor aéreo aberto, ou seja, sem necessidade de quarentena quando os cidadãos regressarem ao país de origem. A lista foi atualizada esta sexta-feira, 24 de julho, e Portugal continental continua sem fazer parte da mesma. No entanto, as ilhas dos Açores e da Madeira são considerados locais seguros, e estão incluídas no corredor aéreo.

O Algarve está a ser salvo pelos turistas portugueses
O Algarve está a ser salvo pelos turistas portugueses
Ver artigo

Esta notícia vem contra todas as expetativas de que as restrições fossem levantadas a Portugal, com a imprensa britânica a dar conta de uma mudança nos últimos dias. O "The Times" tinha avançado ainda na quinta-feira que o Reino Unido ia ceder à "pressão poderosa" do governo português, que classificou a exclusão como "absurda e errada", escreve o "Diário de Notícias".

Já o "Daily Telegraph" tinha questionado a hipótese de serem criados corredores regionais, para que os turistas ingleses conseguissem viajar sem necessidade de quarentena para zonas populares como as ilhas ou o Algarve. As restrições estão mesmo levantadas para viagens para os Açores e Madeira, mas o sul do continente permanece na mesma situação.

Em relação à lista de países com corredor aéreo para o Reino Unido, a publicada esta sexta-feira mantém os mesmos países da do dia 3 de julho, com a inclusão da Estónia, Letónia, Eslováquia, Eslovénia, e São Vicente e Granadinas.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.