As sepulturas de mais de 100 judeus foram profanadas com desenhos de suásticas nazi num ataque anti-semita em França. O incidente terá acontecido na semana passada na cidade de Westhoffen, no mesmo dia em que se registou um ataque semelhante na pequena vila de Schaffhouse-sur-Zorn, localizada a 20 quilómetros de distância.

Segundo escreve o jornal britânico "The Independent", França é o país com a maior comunidade de judeus em toda a Europa e os ataques anti-semitas têm sido cada vez mais comuns. Só em 2018, adianta a mesma publicação, registaram-se 500 invasões a cemitérios e profanações de sepulturas com suásticas e outra simbologia nazi.

Sobrevivente do Holocausto morre no regresso a Auschwitz
Sobrevivente do Holocausto morre no regresso a Auschwitz
Ver artigo

Através da página oficial de Twitter, o presidente francês Emmanuel Macron condenou o ataque e deixou claro que "os judeus são e compõem a França".

"Aqueles que os atacam, até os que estão sepultados, não são dignos da ideia que nós temos de França. O antissemitismo é um crime e nós vamos combatê-lo. Em Westhoffen e em qualquer parte, até que os nossos mortos possam descansar em paz", lê-se na publicação original.

Numa visita à região onde os ataques aconteceram, Christoper Castanar, Ministro do Interior, anunciou que o governo francês irá criar um departamento nacional especializado em combater crimes de ódio, por considerar que o "ódio está no território nacional" de França.

Auschwitz pede que não se publiquem fotos nos trilhos que levaram as vítimas do Holocausto à morte
Auschwitz pede que não se publiquem fotos nos trilhos que levaram as vítimas do Holocausto à morte
Ver artigo

Os casos já estão entregues à polícia que vai agora investigar e procurar encontrar os culpados pela profanação das sepulturas. Até agora, no entanto, ainda não são conhecidos nenhuns suspeitos.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.