A primeira mulher de Donald Trump, Ivana Trump, de 73 anos, morreu esta quinta-feira, 14 de julho.De acordo com a CNN Portugal, que cita as declarações de uma fonte da polícia à Associated Press, Ivana terá sido encontrada inconsciente na sua casa em Nova Iorque, e as autoridades acreditam que a ex-modelo e empresária pode ter caído nos degraus.

Ivana casou com o ex-presidente norte-americano em 1977, divorciaram-se em 1992 e  foram pais de Donald Trump Jr, Ivanka Trump e Eric Trump.

A rede social de Trump já está disponível — mais ou menos, vá. Falhas acumulam-se
A rede social de Trump já está disponível — mais ou menos, vá. Falhas acumulam-se
Ver artigo

Na rede social Truth Social — apenas disponível nos Estados Unidos —, Donald Trump relembrou a antiga companheira como “uma mulher maravilhosa, linda e incrível, que levou uma vida ótima e inspiradora”, refere a ABC News. “Estava tão orgulhosa deles (filhos), como todos nós estávamos tão orgulhosos dela”, termina o  ex-presidente dos Estados Unidos.

Mesmo depois do divórcio, Ivana Trump mantinha contacto com Donald Trump. Ainda nas eleições de 2016, Ivana foi apoiante e conselheira do ex-marido e dava feedback de todas as duas apresentações em público. Numa entrevista ao “New York Post”,  confirmou que o seu papel era fazer com que Trump ficasse mais calmo. “Mas Donald não pode ficar calmo (…) ele é muito franco, diz as coisas como sou”, concluiu.

A vida de Ivana Trump não passou sempre pelos Estados Unidos. A ex-mulher de Trump nasceu em Zlín, na Morávia, uma região que pertencia à antiga Checoslováquia, atual República Checa. Não havia qualquer liberdade no país, só limitações. Deixar de pisar o chão da Checoslováquia era o sonho para muitos e Ivana conseguiu-o por pertencer à equipa nacional júnior de esqui.

ivone trump
créditos: Instagram

Depois de conhecer o mundo fora do leste da Europ,a decidiu casar com Alfred Winklmayr, um instrutor de esqui austríaco. Assim, conseguiu passar a ter nacionalidade austríaca, apesar deste primeiro casamento ter durado muito pouco tempo. Depois do marido ter ido trabalhar para a Califórnia e o seu amante ter morrido num acidente, Ivana Trump decidiu ir também para a Califórnia, onde teve uma relação com um artista e começou a dar os primeiros passos nas passerelles.

O mundo como modelo deu-lhe a oportunidade de participar na promoção dos Jogos Olímpicos de verão de Montreal, em 1976. Nesse ano conheceu Donald Trump, e no ano seguinte, casaram. Além de marido e mulher, Trump e Ivana trabalhavam juntos no mundo do imobiliário. Ambos investiram em projetos como a Trump Tower e no Resort do Casino Trump Taj Mahal.

ivone trump
créditos: Instagram

O casal teve três filhos nascido em 1977, 1981 e 1984. Presença assídua na imprensa, Donald e Ivana viram o final da sua relação ser escrutinado nas capas de tabloides. O final do casamento começou a ser traçado em 1989, quando Ivana encontrou Donald Trump com Marla Maples — que acabou por casar com o antigo presidente dos EUA. Mas o divórcio de Ivana e Donald Trump só foi oficializado em 1992.

Depois do casamento e de muito trabalho na área de imobiliário, Ivana Trump decidiu apostar em coleções de roupa, jóias e produtos de beleza.

Ainda investiu numa carreira como escritora e publicou “For Love Alone” em 1992, “Free to Love” em 1993 e “The Best Is Yet to Come: Coping with Divorce and Enjoying Life Again” em 1995. Mais tarde, em 2017, publicou “Raising Trump”, um livro de memórias. Em 1998, regressa à Europa depois da compra de 33% do segundo maior jornal diário da Croácia.

A vida amorosa de Ivana Trump não terminou com o casamento com Donald Trump. Em 1995, casou-se com o empresário italiano Riccardo Mazzucchello. Dois anos depois começou uma relação com o aristocrata italiano Roffredo Gaetani dell’Aquila d’Aragona Lovatelli, com quem se casou em 2008.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.