Hubert e Kalisa, um casal de leões africanos de 21 anos, receberam eutanásia a 30 de julho no jardim zoológico de Los Angeles, nos EUA, devido ao "declínio da sua saúde", relata o zoo no Instagram. Dizia-se frequentemente que não se via Kalisa sem Hubert estar por perto, e nem no momento da morte se separaram.

"Estes companheiros afectuosos vieram ao Jardim Zoológico de L.A. há seis anos, e rapidamente conquistaram os nossos corações à medida que observávamos a sua magnífica beleza e vínculo", revela Denise Verret, CEO e Directora do Zoo em comunicado nas redes sociais, acrescentando que eram também os favoritos dos visitantes.

"Embora seja verdadeiramente arrebatador termos de dizer adeus a este par icónico, conforta-nos saber que eles partiram juntos. Estes leões continuarão a ser uma parte positiva da nossa história e a sua falta será muito sentida", continua.

O casal de leões estava já com graves problemas de saúde, situação que obrigou os profissionais do zoo a tomar uma decisão. "A equipa de saúde e cuidados animais tomou a difícil decisão de eutanasiar humanamente os leões de 21 anos hoje devido ao declínio da sua saúde e às doenças relacionadas com a idade que tinham diminuído a sua qualidade de vida", explicam.

Morreu o gato mais velho do mundo. Rubble tinha 31 anos
Morreu o gato mais velho do mundo. Rubble tinha 31 anos
Ver artigo

A ligação entre os dois leões começou quando ambos foram transferidos para o Zoo de Woodland Park, em Seattle, antes de se mudarem para Los Angeles, em 2014, altura em que já eram considerados idosos, uma vez que os leões têm uma esperança média de vida de 17 anos. Apesar da história de amor que viveram, Hubert não chegou a procriar com Kalisa, mas teve dez crias durante toda a vida.

"Tenho de elogiar a nossa equipa de cuidados animais e veterinários pelo grande cuidado que deram a este casal, um casal que viveu mais tempo do que a maioria dos leões em cuidados humanos e na natureza", escreve a CEO no comunicado.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.