Após a autópsia realizada esta terça-feira, 21 de setembro, ao corpo encontrado no Parque Nacional de Wyoming, nos EUA, no passado domingo, 19 de setembro, o FBI confirmou que se trata Gabrielle Petito, a jovem de 22 anos que desapareceu durante uma viagem com o namorado. Apesar de não ter sido revelada a causa da morte, o médico legista determinou que o caso se trata de um homicídio.

Casa do namorado de Gabrielle Petito considerada "cena do crime"
Casa do namorado de Gabrielle Petito considerada "cena do crime"
Ver artigo

"O médico legista do Condado de Teton, Dr. Brent Blue, confirmou que os restos mortais são de Gabrielle Venora Petito, data de nascimento 19 de março de 1999. A determinação inicial para de morte é homicídio", avançou o FBI numa publicação partilhada na rede social Twitter. "A causa da morte permanece pendente dos resultados finais da autópsia", lê-se ainda.

O desaparecimento de Gabrielle foi comunicado às autoridades no dia 11 de setembro. A jovem e o namorado Brian Laundrie, de 23 anos, estavam a viajar desde julho numa autocaravana, mas há mais de duas semanas o jovem voltou para casa sozinho e nunca mais ninguém teve contacto com Gabby.

Brian Laundrie foi declarado "pessoa de interesse" pelos investigadores e acabou por desparecer, tendo sido visto pelos pais a última vez na passada terça-feira, 14. A polícia continua a procurá-lo e a tentar desvendar o caso, avança o "The Guardian". 

Revelado telefonema para o 911 em que testemunha diz ter visto Brian a "esbofetear" Gabby

A 12 de agosto a polícia de Moab, Utah, recebeu uma denúncia que os fez abordar Gabby e Brian. Nas imagens, que já tinham sido divulgadas, Brian assume o papel de vítima e Gabby admite que tentou bater no namorado.

"Estamos apenas a ter uma discussão esta manhã, alguns problemas pessoais. Ele não me deixou entrar no carro antes ... disse que eu precisava de me acalmar", terá dito a jovem.

Contudo, foi agora revelada a chamada para o 911 (número de emergência nos EUA) na qual a testemunha diz que, ao passar de carro, viu um casal a discutir na rua e o rapaz estava a "esbofetear" rapariga. "Nós parámos, eles correram no passeio e depois ele bateu-lhe, entraram no carro e partiram", conta o homem, citado pela TVI 24.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.