O ator Ezra Miller, conhecido pelos papéis nos filmes "The Flash" e "Temos de Falar Sobre Kevin", é suspeito de uma série de crimes, o mais recente relacionado com o desaparecimento de uma mãe e três filhos que estariam a viver numa quinta no Estado de Vermont, Estados Unidos, que pertence ao ator, de 29 anos.

O desaparecimento da mãe de 25 anos e dos três filhos pequenos já está a ser investigado pelas autoridades, que têm como principal suspeito Ezra Miller, segundo a "Rolling Stone", publicação que em junho deu conta de que o ator abrigava a família, cuja mãe fugia de uma relação abusiva, desde meados de abril, depois de todos se terem conhecido no Havai em março. Contudo, surgiram entretanto alegações de que as crianças poderiam estar em risco, porque haveriam armas abandonadas pela casa.

Português que invadiu casa da atriz Paolla Oliveira já foi acusado pelo Ministério Público
Português que invadiu casa da atriz Paolla Oliveira já foi acusado pelo Ministério Público
Ver artigo

A Procuradoria do Estado de Vermont chegou a solicitar uma transferência da custódia legal das crianças para o Estado, mas não conseguiram porque a família não foi encontrada.

"Miller, proprietário da residência, defende que a mãe e as crianças não têm ficado lá nos últimos dois meses. Isso contradiz imagens publicadas pela mãe nas redes sociais, no final de julho, alegadamente captadas no interior da residência", dizem documentos apresentados em tribunal, citados pela "Rolling Stone".

Suspeita-se assim que Ezra Miller esteja a tentar esconder a localização da mãe e das crianças.

O desaparecimento acontece depois de várias polémicas de cariz criminal que envolveram o ator ao longo dos últimos meses. Em  três pontos, o historial de Ezra Miller.

1. Preso duas vezes consecutivas

A primeira vez que Ezra Miller foi preso em 2022 foi em março, depois de ter sido acusado de conduta desordeira e de assédio num bar em Hilo, no Havai. A segunda foi logo no mês seguinte, em abril, desta vez por uma agressão de segundo grau numa residência particular em Puna, perto da cidade de Pāhoa, segundo o Departamento de Polícia do Havaí, citado pela CNN.

"A polícia apurou que o indivíduo, posteriormente identificado como Ezra Miller, ficou irritado depois de ter sido convidado a sair e supostamente atirou uma cadeira, que atingiu uma mulher de 26 anos na testa", explicaram as autoridades.

Apesar de tudo, em ambos os casos o ator acabou por sair em liberdade.

2. Culto de menor

Escapou em maio, mas em junho as polémicas com Ezra Miller continuaram. Nesse mês, os pais de uma jovem de 18 anos denunciaram e avançaram com um processo em tribunal sobre o ator por alegarem que este manipulava e controlava a filha, Tokata Iron Eyes, desde que tinha 12 anos.

Segundo os pais, Ezra Miller terá oferecido álcool e drogas, como cannabis e LSD a Tokata, exibindo um “padrão de corrompimento de menores”, diz a "People", que teve acesso aos documentos judiciais. O ator foi ainda acusando de exercer um “comportamento controlador, psicologicamente manipulador, semelhante a um culto”, que fez até com que a jovem tivesse desistido da escola para ir ter com o ator a Vermont.

Depois de fugir, os pais vieram a saber que a filha foi impedida de usar a carta de condução, os cartões bancários e as chaves do carro, pelo que estaria presa a Ezra Miller.

3. Roubo de bebidas alcoólicas

Recentemente, as autoridades acusaram Ezra Miller de roubo após, alegadamente, ter invadido a 1 de maio uma casa particular, também em Vermont, para roubar bebidas alcoólicas.

Depois de reunirem provas para formalizar a acusação, incluindo de vídeos de câmaras de vigilância, as autoridades localizaram Ezra Miller a 7 de agosto e foi convocado para comparecer a uma audiência na Divisão Criminal do Tribunal Superior de Vermont em Bennington, a 26 de setembro.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.