Jamielee Fielding esteve em Málaga, Espanha, em 2021 para identificar o corpo da mãe, que morreu enquanto lá estava de férias. Transtornada e alcoolizada, esteve envolvida em confusões numa praia que lhe valeram uma multa de 420€. A escocesa voltou a casa sem efetuar o pagamento e acabou por ser presa quando regressou posteriormente a Espanha.

A 19 de agosto deste ano, foi de férias para Tenerife com o pai e o irmão. Ao chegar, foi detida no controlo de passaportes. "Eu tinha 400 euros em dinheiro comigo, na minha mala, no caso de isto acontecer", disse à BBC, mas já não a deixaram pagar. Em vez disso, avisaram-na de que teria de se apresentar a um juiz e de que iria para a prisão.

Mulher sem carta, sem carro e que nunca conduziu recebeu uma multa por excesso de velocidade
Mulher sem carta, sem carro e que nunca conduziu recebeu uma multa por excesso de velocidade
Ver artigo

"Comecei a chorar e disse 'Isto não pode estar certo. Tenho aqui o dinheiro", contou. A escocesa, grávida de sete meses e com diabetes gestacional, foi sentenciada a quatro na prisão. O parto está previsto para 28 de novembro, mas apenas será libertada da prisão de Tenerife el Rosario, no norte de Tenerife, conforme previsto, a 16 de dezembro.

A filha de Jamielee Fielding pode vir a ter de nascer dentro da prisão espanhola, algo que preocupa a escocesa de 32 anos, que agora pede ajuda às autoridades do Reino Unido. "Isto é impensável. Não consigo conceber ter uma bebé aqui, num hospital estrangeiro", comentou com a BBC.

"Só quero regressar a casa num hospital escocês com a minha família ao meu redor para ser um parto seguro e assegurar-me de que ela é saudável", continuou. "Estou à procura de um milagre, porque, de momento, não parece haver possibilidade de voltar", concluiu.

Jamielee Fielding tem medo de que a filha nasça na prisão em condições que prejudiquem a saúde da bebé. A escocesa de 32 anos sofre de diabetes gestacional e garante que a vida na prisão, enquanto grávida, tem sido péssima e marcada por uma ansiedade constante.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.