Holly Madison, ex-coelhinha da Playboy de 42 anos, lançou o podcast "Girls Next Level" e revelou algumas histórias dos bastidores da mansão da Playboy. Entre várias coisas, contou que Hugh Hefner, o fundador e editor-chefe da revista erótica, insistia em usar óleo de bebé como lubrificante ao ter relações sexuais com as coelhinhas [nome atribuído às mulheres que trabalhavam nos Playboy Clubs e na mansão].

Holly Madison integrou o universo Playboy aos 21 anos, aquando da mudança para a mansão do magnata norte-americano, onde morou de 2001 a 2008. Assim que chegou, tornou-se a "namorada número um" do milionário, tendo o relacionamento durado durante os sete anos em que viveu com ele, avança a "LAD Bible".

Ao falar com a coapresentadora, Bridget Marquardt (outra ex-coelhinha, com 49 anos), sobre o hábito inusitado de Hefner em relação ao óleo de bebé, Holly Madison confessou achá-lo "nojento". "Eu não sei qual era o fascínio dele com isso", afirmou a modelo, acrescentando que não recomenda a prática. Isto porque usar óleo como lubrificante é "uma infeção à espera de acontecer", apontou.

E se há quem saiba o quão nociva para as partes íntimas pode ser esta brincadeira, a ex-coelhinha fez questão de explicar. Ao alterarem o pH da vagina, Holly Madison conta que chegou a um ponto em que "estava constantemente com irritações por causa do óleo", o que acabava por culminar em patologias mais graves, como "infeções fúngicas".

A ex-coelhinha era acompanhada por um ginecologista, que a aconselhava a parar de usar o produto. Contudo, não era assim tão fácil, já que a persistência de Hugh Hefner acabava por falar mais alto, chegando a usá-lo sem a modelo se aperceber. "Era horrível, não consensual e muito nojento. Eu tinha-me esquecido disto por muito tempo, mas por alguma razão lembrei-me agora e deixou-me com raiva outra vez", frisou Holly Madison.

"The Crown". Aqui estão as primeiras imagens das férias que a princesa Diana passou com Dodi Fayed antes de morrerem
"The Crown". Aqui estão as primeiras imagens das férias que a princesa Diana passou com Dodi Fayed antes de morrerem
Ver artigo

No entanto, acabava por se submeter a todas estas imposições do magnata, porque pensava nisso "como uma tarefa", que, em caso de incumprimento, iria fazer com que fosse expulsa da mansão. Por isso, a modelo admitiu que ter relações sexuais com Hugh Hefner, que morreu em 2017, aos 91 anos, era uma coisa que todas as coelhinhas "queriam despachar o mais rápido possível".

Holy Madison foi casada com o empresário fundador da "Playboy" entre 2001 e 2008.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.