O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu formalmente esta segunda-feira, 28 de fevereiro, para o país fazer parte da União Europeia. O momento em que Zelensky assinou o pedido de adesão foi registado e partilhado na conta oficial de Twitter do parlamento ucraniano.

"Este é um momento histórico!", pode ler-se na descrição que se faz acompanhar por uma fotografia de Volodymyr Zelensky a assinar o pedido de adesão à UE.

Antes deste momento, no domingo, 27, o presidente tinha pedido que a Ucrânia fosse integrada “imediatamente” na União Europeia ao abrigo de um “um procedimento especial", contudo, ainda não se sabe se tal será possível.

Isto porque, apesar de a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen, concordar que a Ucrânia deve fazer parte da UE — “faz parte de nós, é um de nós, queremos que entrem”, disse este domingo à Euronews —, segundo o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, os 27 estados-membros não estão todos de acordo, o que pode dificultar o procedimento.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.