Deviam ser umas férias de família cheias de boas memórias, mas acabaram por ser o pior pesadelo desta família. É que Dave Miln, que levou as filhas e a mulher a uma estância de esqui, na Califórnia, Estados Unidos, em dezembro do ano passado, teve de amputar as duas pernas, depois de ter conseguido salvar a família de um acidente com um limpa-neves.

Este dispositivo motorizado colidiu contra Dave, a sua mulher, Clare, e as filhas Isla, de 3 anos, e Anna, 1. Para que a viatura não atingisse a família, Dave atirou-se para a frente da mesma – e acabou por ficar gravemente ferido. Ainda que o homem tenha conseguido fazer com que a filha mais nova saísse ilesa, a mais velha também acabou por ser atingida, segundo a "People".

Mãe e filho foram despejados de repente. Agora, vivem os dois numa tenda, na praia de Matosinhos
Mãe e filho foram despejados de repente. Agora, vivem os dois numa tenda, na praia de Matosinhos
Ver artigo

A mãe tentou alertar as autoridades de imediato, para que a filha fosse levada o mais rapidamente possível para o hospital. Dave, no entanto, ficou preso na máquina durante uma hora, até que a equipa de socorro conseguiu libertá-lo. Estece inconsciente durante todo o processo, que culminou na amputação das pernas, uma acima do joelho e outra abaixo.

A par da amputação, o homem também sofreu várias fraturas, tendo sido submetido a mais de 10 cirurgias nas últimas três semanas (e ainda tem mais algumas agendadas para breve). Tendo em conta todos os custos que a recuperação de Dave acarreta, a família criou uma angariação de fundos na plataforma GoFundMe, cujo objetivo final é arrecadar 100 mil dólares (o equivalente a 91.983€). Isla, a filha mais nova, também necessitou de várias cirurgias, mas tudo indica que recuperará completamente.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.