Passaram 29 anos desde que Macaulay Culkin contracenou com Donald Trump no filme "Sozinho em casa 2". Pelo meio, Donald Trump assumiu a presidência dos Estados Unidos em 2016 e está quase de saída da Casa Branca depois de ter perdido as eleições para Joe Biden. Contudo, o afastamento não tem sido pacifico e a conduta do ainda presidente gerou uma onda de revolta, levando a que no Twitter fosse lançado um apelo para retirar Donald Trump do clássico de cinema no Natal.

Entre as várias sugestões para retirar o presidente do momento em que aparece no interior do hotel Plaza, em 1992, há uma que propõe que Trump seja substituído pelo seu sucessor, Joe Biden. Outra defende que no lugar de Trump deve estar o próprio protagonista do filme, Macaulay Culkin, mas com os seus atuais 40 anos.

O internauta "rae" criou uma "petição para que digitalmente Trump seja substituído em 'Sozinho em casa 2' por Macaulay Culkin com 40 anos" e o ator respondeu com "vendido", dando luz verde à ideia.

Apesar de o pedido original não ter sido concretizado, houve quem tivesse posto mãos à obra para retirar Donald Trump do filme — trabalho que mereceu um comentário de "bravo" por parte de Macaulay Culkin.

Já o repórter Ryan Parker optou por tirar Trump e colocar no lugar do presidente personagens de ficção, como Darth Vader da saga "Guerra das Estrelas". 

O presidente dos EUA foi banido do Facebook, Instagram, Twitter e Snapchat devido aos apelos à violência que culminaram na invasão ao Capitólio a 6 de janeiro, situação que motivou os vários americanos a criar e a apoiar petições para que Donald Trump fosse retirado do filme com Macaulay Culkin.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.