A guarda costeira espanhola resgatou três homens do petroleiro Alithini II, com bandeira do Mali, quando este chegou a Las Palmas na segunda-feira, 28 de novembro, após uma viagem de 11 dias a partir de Lagos, na Nigéria. De acordo com a "SkyNews", os três migrantes foram fotografados sentados num leme de um petroleiro, poucos metros acima da linha de água.

Após serem resgatados, os três homens foram levados para o hospital devido a uma desidratação moderada, escreve a mesma publicação. Mas não é a primeira vez que migrantes tentam fugir dos seus países de origem usando esta forma de transporte. Milhares de fazem este caminho arriscando a própria vida, e muitos morrem todos os anos.

Em outubro de 2020, quatro pessoas foram retiradas do leme de um petroleiro oriundo de Lagos. Na altura, os migrantes estavam escondidos há cerca de 10 dias, mas a polícia descobriu-os quando o navio entrou em Las Palmas. De acordo com a "Reuters", as ilhas Canárias são uma porta de entrada popular entre migrantes africanos para chegar à Europa. A migração para estas ilhas aumentou cerca de 51% nos primeiros cinco meses deste ano, em comparação com 2021, escreve a "Reuters".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.