Todas as pessoas com mais de 40 anos de idade vão poder fazer o autoagendamento da toma da vacina ainda esta segunda-feira, 14 de junho, confirmou o jornal "Público" junto da equipa de trabalhos responsável por implementar o plano de vacinação contra a COVID-19 no País.

A notícia surge numa altura em que, para já, apenas as pessoas com mais de 43 anos podem agendar a sua vacina. No entanto, a opção para mais de 40 deverá ficar disponível durante as próximas horas, escreve o mesmo jornal. A etapa seguinte será começar a vacinar os maiores de 30 anos, cujo autoagendamento deverá ser disponibilizado a partir de 20 de junho, tal como o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, coordenador da equipa de trabalhos, já tinha adiantado ao mesmo jornal.

Certificados digitais COVID-19 devem começar a ser emitidos esta semana
Certificados digitais COVID-19 devem começar a ser emitidos esta semana
Ver artigo

Quanto às pessoas com idades compreendidas entre os 20 e os 30 anos, a expectativa é que a vacinação comece já no início de agosto.

"Vamos acabar [de vacinar] as pessoas acima dos 30 anos entre o fim de julho e o início de agosto e, nessa altura, vamos começar [a vacinar] as pessoas acima dos 20 anos", revelou Gouveia e Melo no início de junho aos jornalistas.

"É natural que, no início de agosto, estejamos a vacinar pessoas com 20 e 30 anos". Quanto à possibilidade de vacinar crianças, Gouveia e Melo diz que talvez não haja necessidade uma vez que, nessa altura, uma grande fatia da população adulta estará já imunizada contra a doença.

"Quando chegarmos à faixa etária dos 18 anos, teremos vacinada mais de 90% da população. Não só pode não ser necessário vacinar as crianças, como, ao vacinarmos 70%, 80% ou 90% da população, estamos a proteger as crianças", concluiu.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.