O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) divulgou esta terça-feira, 12 de janeiro, um novo relatório sobre a diversidade genética do coronavírus. O relatório, desenvolvido no âmbito do “Estudo da diversidade genética do novo coronavírus SARS-CoV-2 (COVID-19) em Portugal”, revela que já são 72 o números de casos detetados da nova variante no País.

Segundo o INSA, foram até agora analisadas 2342 sequências do genoma do novo coronavírus, obtidas de amostras colhidas em 69 laboratórios, hospitais e instituições de 199 concelhos de Portugal. Para esta nova atualização foram inseridas mais 55 sequências que têm como objetivo perceber qual é a presença da nova variante que foi detetada, inicialmente, no Reino Unido. "Entre as novas sequências, destacam-se 38 novas sequências da nova variante, as quais são referentes a amostras colhidas nos aeroportos de Lisboa (8) e Porto (11) e a amostras provenientes de todas as regiões de Saúde do país, à exceção da Região Autónoma da Madeira", refere o INSA acrescentando que os dados apontam para a existência de transmissão comunitária.

COVID-19. Detetada nova variante do vírus na Madeira
COVID-19. Detetada nova variante do vírus na Madeira
Ver artigo

"Até ao momento, foram detetadas em Portugal um total de 72 casos de infeção associados a esta nova variante, distribuídos pelas Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores e por 10 distritos de Portugal continental, num total de 28 concelhos. A diversidade genética e dispersão geográfica desta variante é concordante com a ocorrência de múltiplas introduções independentes e aponta para a existência de transmissão comunitária, tendo estes resultados sido reportados às entidades de Saúde Pública para que sejam monitorizados potenciais contactos e cadeias de transmissão", pode-se ainda ler no relatório.

O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge garante que prosseguirá com as atividades de vigilância laboratoriais do novo coronavírus em articulação com as autoridades de Saúde. De momento, o principal objetivo é detetar e monitorizar a circulação da variante do Reino Unido em Portugal, "bem como de outras variantes a suscitar particular interesse pela comunidade científica e autoridades de Saúde".

Esta quarta-feira, 13 de janeiro, Portugal passou os 500 mil casos de infeção, tendo sido detetados desde o início da pandemia 507.108 casos do novo coronavírus. Até à data já morreram no País 8236 pessoas.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.