Há mais 52 mortes e 5.550 novos casos de infeção em Portugal pelo novo coronavírus. São estes os dados divulgados esta sexta-feira, 6 de novembro, pela Direção-Geral da Saúde, no novo boletim epidemiológico. É o número mais alto de novos casos registados desde o início da pandemia.

Ainda esta sexta-feira, 6, após o Parlamento debater e aprovar, na sessão que começa pelas 16h, o quarto estado de emergência em Portugal que irá vigorar de 9 a 23 de novembro, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai falar ao falar ao país por volta das 20h.

Há também novos desenvolvimentos sobre os sintomas da COVID-19, após um estudo americano publicado na revista cientifica Journal of Engineering in Medicine and Biology concluir que através da tosse é possível identificar se se trata ou não de um caso de COVID-19. Apesar de não ser percetível ao ouvido humano, os investigadores do laboratório do Massachusetts Institute of Technology (MIT) desenvolveram um algoritmo de inteligência artificial (IA) que permite perceber as diferenças.

Festa com 30 pessoas na Costa da Caparica acaba com intervenção da polícia marítima
Festa com 30 pessoas na Costa da Caparica acaba com intervenção da polícia marítima
Ver artigo

"A maneira como se produz som muda quando se tem COVID-19, mesmo se se for assintomático", revela o cientista Brian Subirana, coautor do estudo, de acordo com a BBC. O relatório destaca que esta ferramenta pode vir a ser fundamental "na triagem diária de estudantes, trabalhadores e público, em escolas, locais de trabalho ou transportes".

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.