Há mais 87 mortes e 4.320 novos casos de infeção em Portugal pelo novo coronavírus. São estes os dados divulgados esta quinta-feira, 17 de dezembro, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), no novo boletim epidemiológico.

Os dados são atualizados no mesmo dia em que foi confirmado que Emmanuel Macron, presidente francês, está infetado com a doença da COVID-19. A confirmação do diagnóstico surge um dia depois de Emmanuel Macron ter estado com o primeiro-ministro português, António Costa. O chefe do governo esteve esta quarta-feira, 16, em Paris para um almoço de trabalho com o presidente francês. O encontro entre ambos decorreu no Palácio do Eliseu e teve como objetivo a discussão da presidência portuguesa na União Europeia.

COVID-19. Vacinação deverá começar a partir de 27 de dezembro em toda a União Europeia
COVID-19. Vacinação deverá começar a partir de 27 de dezembro em toda a União Europeia
Ver artigo

Sabe-se agora que António Costa irá realizar, ao longo desta quinta-feira, um novo teste de despiste à COVID-19, segundo avança a RTP. O teste estava já agendado devido à viagem do primeiro-ministro a São Tomé e Príncipe, marcada para este fim de semana.

Por enquanto, António Costa está resguardado na residência oficial em São Bento e deverá participar através de videoconferência na reunião de trabalho sobre o plano de vacinação contra a COVID-19, que decorrerá a partir das 10 horas no Palácio da Ajuda, escreve o jornal "Público".

Só depois de fazer um novo teste de despiste à doença e responder ao respetivo inquérito epidemiológico é que António Costa receberá novas indicações por parte das autoridades de saúde — nomeadamente, se deverá ficar em isolamento; se poderá viajar ou se terá de repetir o teste.

De momento, o primeiro-ministro não apresenta quaisquer sintomas, avança a mesma publicação.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.