Há mais nove mortes e 2.507 novos casos de infeção em Portugal pelo novo coronavírus. São estes os dados divulgados esta sexta-feira, 20 de agosto, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), no novo boletim epidemiológico referente à evolução da crise sanitária no País.

Portugal já tem 70% da população, meta que foi atingida esta quarta-feira, 18 de agosto, e 18 dias antes da data prevista: 5 de setembro. A percentagem alcançada corresponderia ao fim do uso obrigatório de máscara, conforme estava previsto no plano de levantamento gradual das medidas restritivas, mas a ministra da Saúde, Marta Temido, deixou a decisão sobre o fim da obrigação para o parlamento, bem como de outras medidas restritivas.

"A norma que está em vigor foi emanada da Assembleia da República e compete à Assembleia da República proceder a essa apreciação. Mas vale a pena referir que a utilização de máscaras, como os exemplos de outros países mostram, terá sempre de ser conciliada com as circunstâncias", disse esta quinta-feira, 19.

Os eleitores que estiverem confinados vão poder inscrever-se para votar nas eleições autárquicas
Os eleitores que estiverem confinados vão poder inscrever-se para votar nas eleições autárquicas
Ver artigo

Por essa razão, foi convocada uma reunião de Conselho de Ministros extraordinário para esta sexta-feira, 20, após a qual serão anunciadas novas medidas em linha com a meta de vacinação alcançada antes do previsto. Entre as medidas que podem vir a ser implementadas, está o aumento do limite máximo de pessoas no interior do restaurantes, passando de seis para oito pessoas por grupo, e de dez para 15 pessoas em espanadas.

Seja o que for decidido, as novas medidas vão aplicar-se a todo o território continental e a próxima meta de vacinação, 85% da população com vacinação completa, deverá também sofrer alterações de data prevista.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.