Depois de a 2 de março ter ficado totalmente destruído devido a um incêndio de grandes dimensões, o único serviço de apoio de praia e de restauração da ilha Deserta, na Ria Formosa, em Faro, voltou a abrir este domingo, 1 de agosto.

Incêndio de "grandes dimensões" destrói único restaurante da Ilha Deserta em Faro
Incêndio de "grandes dimensões" destrói único restaurante da Ilha Deserta em Faro
Ver artigo

Apesar de a recuperação do Estaminé ainda não estar completamente concluída, é possível, segunda empresa que gere o espaço, assegurar agora os serviços mínimos do único apoio de praia desta ilha algarvia.

"Agora sim já se vê luz... quatro meses depois do incêndio que consumiu por completo o edifício do restaurante Estaminé conseguimos agora garantir os serviços mínimos na Ilha Deserta! Os passadiços de acesso estarão instalados, as casas de banho e duches disponíveis para utilização dos utentes da praia e o restaurante Estaminé servirá algumas bebidas e petiscos a partir de hoje", pode ler-se no comunicado feito através da página de Instagram do restaurante.

Na altura em que incêndio — visível até da parte de Olhão e de Faro — ocorreu, o restaurante encontrava-se em obras. Como disse na ocasião à agência Lusa o comandante da Zona Marítima do Sul, Fernando Rocha Pacheco, as autoridades receberam o alerta pelas 23h00 e, quando os Bombeiros Sapadores de Faro e a Polícia Marítima chegaram ao local, a "grande dimensão" das chamas tinha "consumido" a estrutura e não havia "nada a salvar", cita "Diário de Notícias". 

O facto de se tratar de uma ilha deserta fez com que não houvesse feridos ou mortes a registar.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.