O único restaurante da Ilha Deserta, em Faro, ficou totalmente destruído após um incêndio que deflagrou na noite de terça-feira, 2 de março, confirmou à agência Lusa o comandante da Zona Marítima do Sul, Fernando Rocha Pacheco. O alerta foi dado perto das 23h e foi de imediato mobilizada uma equipa dos Bombeiros Sapadores de Faro, com cinco elementos, e ainda uma equipa da Polícia Marítima, com dois elementos, avança a "TVI 24".

"O incêndio é visível até da parte de Olhão e de Faro, do lado de cá da Ria [Formosa]", descreveu o comandante à Lusa referindo que o fogo foi de "grandes dimensões"  e que não houve feridos uma vez que é  "uma ilha deserta, em abstrato, não tem lá ninguém".

Praia da Falésia é uma das melhores do mundo — e estas 18 fotos são a prova disso
Praia da Falésia é uma das melhores do mundo — e estas 18 fotos são a prova disso
Ver artigo

De acordo com a TVI 24, ocorreram várias explosões, que poderão ser botijas de gás, e uma testemunha contou  ainda  em direto ao canal que  viu uma "enorme bola de fogo" a destruir o restaurante. "Estava a jantar, do outro lado da Ria Formosa, e quando espreitei pelo telescópio é que percebi bem a dimensão das chamas", afirmou a testemunha.

O restaurante Estaminé funcionava também como apoio de praia e, neste momento, encontrava-se encerrado, devido à pandemia da COVID-19. Para além desta estrutura, a ilha tem ainda uma casa com um único morador, que não se encontrava na na ilha quando o incêndio  aconteceu.

Os proprietário do estabelecimento foram de imediato contactados e as causas do incêndio estarão agora a ser investigadas pela Polícia Judiciária.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.