No âmbito do Dia Mundial da Prematuridade, que se celebrou a 17 de novembro, a Dodot lançou uma campanha nas redes sociais que se tornou viral. Foram vários os que aplaudiram a iniciativa da marca de produtos para bebés, mas muitos os que criticaram referindo que não passava de uma manobra de marketing.

O vídeo divulgado na rede social Instagram propunha às pessoas que se juntassem à causa partilhando-o nas suas histórias e identificando a Dodot.  "Por cada partilha, doaremos 1€ à XXS prematuros. De 17/11/2020 a 17/12/202, até um máximo de 10.000€", escreveu a marca na mesma publicação.

Diogo Piçarra critica campanha da Dodot: "Tenham vergonha. Caridade não deve ser publicidade"
Diogo Piçarra critica campanha da Dodot: "Tenham vergonha. Caridade não deve ser publicidade"
Ver artigo

A verdade é que este "máximo" deixou muitos portugueses indignados tendo em conta o alcance que a campanha teve. Esta sexta-feira, 20 de novembro, a marca decidiu agradecer publicamente, referindo que "em menos de 24 horas, o vídeo foi visto por mais de um milhão de utilizadores da rede social, ultrapassando largamente todas as expetativas".

Por este motivo, a Dodot decidiu reforçar o apoio à XXS prematuros, multiplicando a doação por cinco vezes mais do que o valor que estava estipulado inicialmente — de 10 mil euros passou para 50 mil.

"Estamos verdadeiramente contentes e agradecidos pela visibilidade ímpar que a campanha da Dodot alcançou. Consideramos muito positiva esta parceria, que se tem replicado de ano para ano, porque nos permite dar continuidade à nossa missão de ajudar os bebés prematuros e as suas famílias a ultrapassarem aqueles que poderão ser os momentos mais difíceis das suas vidas", afirma Sidónia Santos, Presidente da Direção da XXS, em comunicado.

Também Carolina Veiga, diretora de Marketing da Procter & Gamble Portugal — que detém a marca Dodot —, fez questão de deixar umas palavras de agradecimento. "Obrigada aos portugueses por estarem ao nosso lado no apoio aos pequenos lutadores e às suas famílias. Acreditamos que nunca em Portugal se falou tanto em Prematuridade; ultrapassámos largamente as nossas expectativas com a sensibilização para o tema", disse em comunicado.

"Temos a campanha a decorrer noutros países e em nenhum tivemos este impacto e isso só vem reforçar o espírito de solidariedade dos portugueses. Além da doação, que acabámos de multiplicar para 50.000€, continuamos os nossos esforços, em parceria com a XXS, para levar a nossa fralda para prematuros às Unidades de Cuidados Intensivos Neonatais de todo o país – uma inovação criada para doação aos hospitais com vista a melhorar o bem-estar dos recém-nascidos prematuros", acrescentou.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.