Uma patologia "altamente contagiosa e caracterizada por uma elevada mortalidade" levou à morte de, pelo menos, três gatos encontrados sem vida no município do Pombal esta quinta-feira, 6 de janeiro. A notícia foi avançada pela autarquia em comunicado, que adianta que se trata de uma patologia grave, provocada por um Parvovírus.

O alerta foi dado às autoridades locais e os cadáveres foram retirados dos telhados, um deles com a ajuda dos Bombeiros Voluntários de Pombal. Um quarto gato foi encontrado ainda com vida, embora com dificuldades respiratória e ataxia (falta de coordenação de movimentos).

Estes 3 gatos têm uma liquidificadora refém há um mês. Situação insólita está a divertir a internet
Estes 3 gatos têm uma liquidificadora refém há um mês. Situação insólita está a divertir a internet
Ver artigo

O vírus foi detetado pelo Serviço de Veterinária do Município de Pombal através de exames de diagnóstico aos animais. Todos testaram positivo para "Panleucopénia felina, uma patologia grave, provocada por um Parvovírus, altamente contagiosa e caracterizada por uma elevada mortalidade", segundo a médica veterinária municipal, Dina Loureiro, na mesma nota.

Não se sabe se haverá mais felinos afetados por esta patologia, pelo que foram entregues jaulas a moradores da zona onde foram encontrados os animais mortos, de modo a recolher outros gatos sem dono, e feito um alerta aos "detentores de felinos, para que os animais pudessem recolher às habitações evitando a circulação do vírus", continua a autarquia.

Está em curso uma investigação e a veterinária municipal mostra-se disponível para colaborar com as autoridades no sentido de esclarecer dúvidas da população.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.