Susana Gonçalves, de 22 anos e grávida de 6 meses, e Fábio David, da mesma idade, morreram esmagados por uma pedra de grande porte na madrugada de quarta-feira, 23 de novembro, enquanto dormiam em casa, em Palmeiras de Faro, Esposende. O acidente aconteceu na sequência de um deslizamento de terras. 

Os corpos dos jovens foram recuperados cerca de 12 horas depois do alerta devido às dificuldades causadas pela possibilidade de novos deslizamentos de terra. Parte da habitação foi atingida por pedras de grandes dimensões, provenientes do terreno de uma casa num monte mais a cima. O casal vivia juntamente com os pais e os irmãos de Susana, que escaparam ilesos do acidente.

Raptou uma mulher grávida, cortou-a com um bisturi e tirou-lhe o bebé. Agora enfrenta a pena de morte
Raptou uma mulher grávida, cortou-a com um bisturi e tirou-lhe o bebé. Agora enfrenta a pena de morte
Ver artigo

Depois do acidente, têm sido muitas as manifestações de pesar ao casal.  "Tantos sonhos que ficam por realizar. Muita força, neste momento de dor, a todos os familiares e amigos", disse o presidente da junta de freguesia de Palmeira de Faro, Mário Fernandes, ao “Jornal de Notícias”.

Na rede social Instagram, o Instituto Politécnico de Viana do Castelo, onde Susana se licenciou recentemente em Enfermagem, fez uma publicação manifestando pesar pela tragédia. 

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.