Será enviado na tarde desta quinta-feira, 19 de novembro, o decreto de renovação de estado de emergência durante mais 15 dias (ou seja, de 24 de novembro a 8 de dezembro), revelou Marcelo Rebelo de Sousa, no final da reunião com o Infarmed, acerca da evolução da pandemia.

E, muito provavelmente, não será o último. O presidente da República falou em "subsequentes renovações", até que se consiga "esmagar a curva" de contágios, cita o jornal "Público". Foi essa a conclusão a que chegou depois de ouvir as previsões dos especialistas que naquela reunião se juntaram — e que permitiu ainda afirmar que o caminho a seguir passa pelo ajuste de medidas, de acordo com o grau de risco de cada concelho.

“É importante avançar para medidas específicas que atendam à maior e menor gravidade da situação nos vários concelhos do território continental”, afirmou Marcelo. Apelou ainda aos comportamentos individuais de cada cidadão: “A prevenção é essencial e começa em cada um de nós”.

O diploma será votado amanhã, sexta-feira, 20 de novembro: "Enviarei ainda esta tarde para a Assembleia da República — tendo em conta o que ouvi aos partidos políticos, o que ouvimos todos aos especialistas, o parecer do Governo — o diploma para ser votado amanhã". 

Estado de emergência de Novembro terá muitas limitações para se evitar um "dezembro agravado", alerta Marcelo
Estado de emergência de Novembro terá muitas limitações para se evitar um "dezembro agravado", alerta Marcelo
Ver artigo

O anúncio das novas medidas está previsto para sábado, 21, altura em que estarão já fechadas as reuniões de hoje com o Infarmed e de sexta-feira, de Conselho de Ministro.

No entanto, ainda nenhuma decisão foi tomada, avança o gabinete do primeiro-ministro António Costa, citado pela SIC Notícias, que adianta apenas que "as medidas a adotar pelo Governo têm de respeitar os limites impostos pelo Decreto do Senhor Presidente da República e este depende da autorização da Assembleia da República e enquadra-se na Lei do Estado de Emergência."

"Assim, hoje à tarde o senhor Presidente da República submeterá ao Governo para parecer o projeto de decreto. Amanhã [sexta-feira], a Assembleia da República reunirá para se pronunciar. E só no sábado o Governo divulgará as medidas que irá adotar em execução do decreto presidencial", diz a mesma nota.

Além do anúncio da renovação do estado de emergência, ficou-se a saber que António Costa quer retomar as reuniões entre especialistas e políticos a propósito da evolução da doença em Portugal, disse no final da reunião com o Infarmed, anunciou o secretário adjunto do Partido Socialista (PS), José Luís Carneiro.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.