Um vídeo partilhado este domingo, 24 de outubro, nas redes sociais gerou uma onda de revolta, ao mostrar imagens de uma funcionária da Creche do Pombal, em Oeiras, a ter comportamentos violentos para com uma criança.

Após a divulgação das imagens, o Centro Social e Paroquial de Oeiras (CSPO), responsável pela Creche do Pombal, emitiu um comunicado onde revela ter tomado conhecimento do vídeo pelas redes sociais e que foi tomada a medida de suspender a funcionária "com efeitos imediatos e por tempo indeterminado"— informação que foi também confirmada à MAGG pela diretora do Centro Social e Paroquial de Oeiras, Ana Maria Afonso.

Vídeo de comportamentos violentos em creche gera indignação. Funcionária já foi suspensa
Vídeo de comportamentos violentos em creche gera indignação. Funcionária já foi suspensa
Ver artigo

À MAGG, Ana Maria Afonso confirmou ainda que foi a direção do Centro Social que informou a Polícia de Segurança Pública (PSP) da situação. A funcionária que terá maltratado a criança de 14 meses foi identificada pela PSP e constituída arguida. De acordo com a entidade de segurança, "foram efetuadas diligências com a creche onde ocorreram os factos, bem como com os progenitores da criança, que após inquirição desejaram procedimento criminal contra a suspeita", cita o "Diário de Notícias". Após o sucedido, o inquérito está agora a cargo do Ministério Público de Oeiras.

O vídeo foi partilhado inicialmente nas redes sociais de Francisca de Magalhães Barros e gerou uma onda de indignação, acabando por ser partilhado por centenas de pessoas, incluindo as atrizes Jessica Athayde e Melânia Gomes.

Isto não é com o meu filho mas é quase como se fosse. Tenho vontade de entrar na escola e desfazer esta gaja. Não há explicação para uma coisa destas acontecer numa creche. Eu divulguei o vídeo, sei de quem já tenha divulgado e foi retirado das redes sociais (…) é muito triste que isto aconteça”, disse Jessica Athayde, apelando a que tem provas de situações idênticas que envie para Francisca de Magalhães Barros.

Mais tarde, Francisca de Magalhães Barros partilhou o segundo vídeo, onde parece aparecer outra funcionária — situação da qual Ana Maria Afonso garantiu esta segunda-feira, 25 de outubro, só ter tomado conhecimento na parte da amanhã do mesmo dia. "Ainda não tivemos tempo de analisar uma vez que temos estado a falar com os pais, inclusive com os pais da criança que aparece no vídeo, e vamos durante a tarde de hoje tentar perceber o que é que se passou", revelou à MAGG esta segunda-feira.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.