No dia 14 de janeiro de 2023, um menino de apenas sete anos morreu no hospital de Coimbra, na sequência de uma vasculite, uma inflamação nos vasos sanguíneos, provocada pela ingestão de uma pilha.

José, filho de emigrantes portugueses na Suíça, estava a passar a quadra natalícia com a família na freguesia do Zambujal quando o incidente aconteceu. A criança foi transportada para o hospital e a pilha foi removida, mas as lesões internas e as hemorragias causadas pela pilha foram de tal ordem que provocaram a morte da criança, poucas semanas depois. "Os cirurgiões conseguiram remover a bateria, mas o meu filho morreu mais tarde, de vasculite", disse a mãe ao "24 heurs".

O menino frequentava o ensino primário numa escola em Payerne, comuna suíça do cantão de Vaud. "O nosso estabelecimento está a lidar com a morte de um aluno. Esta morte ocorreu num ambiente privado", afirmou Xavier Nicod, o diretor da escola.

Alunos, funcionários e professores que "sentirem necessidade" podem recorrer ao espaço de apoio psicológico criado pela escola. Segundo a mesma publicação, alguns colegas e amigos de José já pediram ajuda. O funeral do menino aconteceu no dia 17 de janeiro, no cemitério do Zambujal.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.