Miley Cyrus e o marido, o ator Liam Hemsworth, rumaram até Barcelona para um fim de semana romântico. Primeiro queriam celebrar o novo projeto de Miley, o EP “She Is Coming”, que saiu na passada sexta-feira, 31 de maio, e depois aproveitar para assistir aos concertos do Festival Primavera Sound – onde a cantora também iria atuar.

Mas os dias em Espanha não correram como esperado. Este domingo, 2 de junho, a cantora e o marido estavam de saída do hotel Mandarin Oriental quando um fã agarrou o cabelo de Miley, tentando forçar um abraço e um beijo.

A mulher de Liam Hemsworth voltou-se para as redes sociais dias depois do acontecimento. Esta terça-feira, publicou no seu Instagram vários Insta Stories com o vídeo de fundo com alguns comentários.

“Ela pode usar o que quiser. Ela pode ser virgem. Ela pode dormir com cinco pessoas diferentes. Ela pode estar com o marido. Ela pode estar com a namorada. Ela pode estar nua. O que ela não pode é ser agarrada sem o seu consentimento”, escreveu a intérprete de “Wrecking Ball”. As mesmas frases foram usadas como legenda para o vídeo no Twitter.

As fotos e vídeos do casamento de Miley Cyrus e Liam Hemsworth
As fotos e vídeos do casamento de Miley Cyrus e Liam Hemsworth
Ver artigo

Estas frases vêm no seguimento de alguns comentários que afirmam que a cantora de 26 anos “estava mesmo a pedi-las” pela forma como estava vestida. Estes comentários foram inclusive alvo de discussão no programa “The View”, onde as apresentadoras afirmam que ninguém devia violar o seu espaço pessoal: “Não interessa o número de bolas de demolição que ela balançou, nem outras coisas que fez. Isso não quer dizer que ela queira o seu espaço pessoal violado”.

Newsletter

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.