Na passada quinta-feira, 6 de maio, uma criança de dois anos morreu após ter ficado sete horas esquecida pela mãe dentro do carro. Os pais estão a receber apoio psicológico e, como notícia este domingo, 9 de maio, o "Jornal de Notícias"  ainda se encontram em estado de choque, fortemente medicados e sem conseguirem tomar conta das crianças.

Bebé de 2 anos morre após ficar alegadamente esquecida no carro durante sete horas
Bebé de 2 anos morre após ficar alegadamente esquecida no carro durante sete horas
Ver artigo

Os filhos mais velhos estão entregues aos cuidados de familiares e a serem acompanhados pela Segurança Social. De acordo com o mesmo jornal, as crianças terão sido entregues logo no dia do óbito da menina de dois anos ter sido confirmado no Hospital de Santa Maria, em Lisboa. Os pais passaram a receber de imediato apoio psicológico.

O caso está entregue à Polícia Judiciária, mas tudo indica que se tenha tratado de negligência por parte da mãe, que se encontrava em extremo cansaço devido a uma agenda sobrecarregada de trabalho, escreve ainda o "JN". Na quinta-feira da tragédia, os pais só se terão apercebido do sucedido depois de um funcionário da creche ligar a perguntar porque é que a menina não tinha sido deixada na escola. A criança de dois anos deve ser esta segunda-feira, 10 de maio, autopsiada, mas tudo indica que terá morrido por desidratação e falência multiorgânica.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.