O presidente da República apelou esta sexta-feira à contenção nos convívios como forma de prevenção da escala de contágios por COVID-19. Marcelo Rebelo de Sousa vai mais longe e apela, tendo em conta a subida dos números da covid-19, a que haja maior reflexão antes da marcação de convívios de amigos e família.

"É preciso que se faça um esforço na convivência entre pessoas e que as pessoas pensem o que é que isso significa. É preciso repensar o Natal em família, repensa-se o Natal em família. Não pode ser um Natal com 100 pessoas, com 50 pessoas, com 30 pessoas, divide-se o Natal pelas várias componentes da família", afirmou Marcelo durante uma visita ao hospital de Braga.

"É preciso repensar programas que se tem com os amigos ou convivência social. É preciso ter uma precaução adicional. Neste período, que é o período de pico que estamos a viver, vamos fazer esse esforço", alertou ainda o presidente da República.

Esta quinta-feira, 8 de outubro, Portugal atingiu os 1000 casos de contágio diários, surpreendendo os especialistas com a chegada antecipada da segunda vaga da pandemia da covid-19.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.