Mais de 80 concertos depois, chegou ao fim, a 3 de dezembro, a tour do cantor para celebrar os dez anos de carreira. O espetáculo derradeiro da digressão "10 anos de Carreira" aconteceu na Super Bock Arena, no Porto, e contou com várias surpresas. Só que nem todas foram bem recebidas pelo público.

David Carreira decidiu cantar o tema "Diz Que É Só Comigo" acompanhado por uma fã, que até teve direito a um assento em palco. Mas as redes sociais foram rápidas a criticar o artista pela forma como interagiu com a jovem, lembrando que está prestes a ser pai pela primeira vez, fruto da relação que mantém há quatro anos com a atriz Carolina Carvalho.

"Então David? Isso já foi exagero… chamar uma fã ao palco é uma coisa, mas isso foi demais", "Enorme falta de respeito pela Carolina. Podes sempre chamar uma fã ao palco, mas dares-te ao respeito, e respeitar a fã também" e "Socorro, a Carolina não deve ter achado piada nenhuma" são alguns dos comentários feitos sobre o assunto no Instagram do cantor.

A MAGG esteve à conversa com David Carreira esta terça-feira, 6 de dezembro, sobre a retrospetiva dos dez anos que passaram, da tour e sobre planos para o futuro. Este episódio com a fã também foi tema de conversa, e a reação do cantor foi ao encontro daquilo que já havia escrito nas redes sociais.

David Carreira
créditos: DR

"A primeira vez que fiz subir um fã para o palco foi em 2013. Tinha de repetir este momento no último concerto da tour 10 Anos de Carreira!", justificou, na legenda do vídeo. "Hoje em dia, nas redes sociais, tens críticas para tudo e mais alguma coisa. Eu já nem vejo", começa por garantir à MAGG.

Família Carreira acusa Ivo Lucas de distração. Querem que seja julgado por homicídio negligente
Família Carreira acusa Ivo Lucas de distração. Querem que seja julgado por homicídio negligente
Ver artigo

"Tento sempre concentrar-me no lado positivo, nas coisas boas, porque vão existir sempre pessoas a criticar, e isso faz parte de teres uma profissão que te torna mais visível", considera. "Não leio o que sai sobre mim na imprensa, nos meios cor de rosa, nem no Twitter, que é uma rede social maldosa", continua, dizendo que, apesar de ter conta, "raramente" usa a aplicação.

O cantor de 31 anos prossegue justificando que "todos os momentos que aconteceram em cima do palco, ou quase todos, aconteceram ao longo dos dez anos de carreira". "A atuação para a fã é algo que fiz no Coliseu, em 2013. Foi regressar e pegar numa coisa que já fiz ao longo da carreira", elaborou.

David Carreira
créditos: multisergio73@gmail.com910922538

David usou ainda como exemplo o facto de também ter chamado a namorada, Carolina Carvalho, ao palco (tal como fez na última edição do Rock in Rio), bem como o pai, Tony Carreira, para cantar "Só Tu e Eu". Quis que este concerto fosse "especial para agradecer" a quem o segue.

10 anos de carreira com "um significado especial"

Fazer dez anos de carreira "tem um significado especial". "Porque, para qualquer cantor, é sinal de que o público continua a acompanhar-te. Acho muito bonito ver algumas pessoas que há 10 anos já me acompanhavam e que continuam nos concertos. São várias recordações ao lado deles e eles ao meu lado", acrescenta o cantor.

"Quero aproveitar isto enquanto durar, aproveitar cada momento como se fosse o último", assegura, sem querer pensar em quantos anos de carreira terá pela frente. "Porque, na música, hoje tens muito sucesso e amanhã as coisas podem não correr tão bem. Quem manda mesmo são as pessoas. Ou as tuas músicas chegam às pessoas ou não chegam. Não é uma ciência exata", crê.

Esta tour, que passou por Lisboa, Guimarães, Madeira, Açores, Paris, Luxemburgo, Suíça e tantos outros locais, merecia "uma produção especial", como que "um miminho" para quem está sempre presente, com "momentos diferentes que ficam na cabeça", como o pedido de casamento que aconteceu neste último espetáculo.

David Carreira
créditos: DR

"O noivo andava a mandar-me mensagens há seis meses para combinar isso. Eu disse para deixarmos para o último concerto da tour", conta. Agora, quem quiser noivar durante um concerto de David Carreira terá de esperar até 25 de fevereiro de 2023, data em que o artista volta a subir aos palcos, desta vez no Coliseu de Elvas, "se calhar já com música nova".

Até então, vai parar, para "descansar e relaxar um pouco". "Quero estar com a família e com os amigos. Quando estás numa tour é muito bom, porque estás com o público, mas não tens tempo para estar com os teus amigos e com a tua família. Dormes pouco, comes mal — ou melhor, muito bem — e não dá para treinar", salienta.

Planos para 2023: do novo álbum à associação Sara Carreira

"Este ano foi muito intenso, com mais de 80 datas. Gravei uma novela, um programa de televisão, fiz vários no digital ligados com a culinária, lancei três músicas novas", enumera, acrescentando que está a acabar de gravar o novo álbum, que chega já no ano que vem. "Como 2022 foi um ano de imensos concertos, não consegui estar em estúdio para fechar o álbum", explicou.

O novo álbum, que anda a cozinhar há quatro anos, vai contar com várias participações, inclusive "duetos internacionais", como com artistas brasileiros, franceses e de "outros mercados", como a Argentina. "Daqui a duas semanas vou lançar um single com um cantor argentino", revelou.

Outro dos projetos de David é a associação Sara Carreira, dedicada à irmã mais nova do cantor, que morreu a 5 de dezembro de 2020, vítima de um acidente de automóvel. "Não é uma associação só para um, dois ou três anos. A nossa vontade é poder ajudar o máximo de pessoas possível", garante..

Querem "aumentar as ajudas", apoiando ainda mais crianças e jovens adultos com poucos recursos e permitindo-lhes concretizar os seus sonhos. Este domingo, 4 de dezembro, aconteceu a segunda Gala dos Sonhos, um espetáculo solidário que visa angariar fundos para contribuir para o futuro de quem mais precisa.

"Estou muito contente com a a ajuda de toda a gente e com o que estamos a conseguir para ajudar as crianças. As pessoas encheram o Campo Pequeno para ver a gala ao vivo ou viram na televisão", refere, mencionando os 35 bolseiros que "estão mega motivados", que são "responsáveis", que "trabalham imenso" e que "têm excelentes notas".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.