"A nossa filha Zoe é agora uma estrela no céu". Foi desta forma que Matilde Breyner anunciou esta sexta-feira, 1 de julho, que perdeu a filha, fruto da relação com ator Tiago Felizardo, cujo nascimento estava previsto para outubro. Esta quarta-feira, 6 de julho, falou pela primeira vez sobre o parto da bebé, que se realizou há uma semana, na Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa.

Matilde Breyner e Tiago Felizardo perderam o bebé. "A nossa filha Zoe é agora uma estrela no céu"
Matilde Breyner e Tiago Felizardo perderam o bebé. "A nossa filha Zoe é agora uma estrela no céu"
Ver artigo

A atriz explica que deu entrada na Maternidade "com uma barriga de quase seis meses", com a noção de que sairia de "braços vazios", mas sem ideia de que, apesar das circunstâncias, também ficaria "de coração cheio". O motivo? A forma como a unidade hospitalar, que pertence ao Serviço Nacional de Saúde, a acolheu e acompanhou ao longo de todo o processo. 

"Há uma semana estava a entrar na Maternidade Alfredo da Costa com uma barriga de quase seis meses, para sair de lá de braços vazios. Mas o que eu não sabia é que ia sair de lá com o coração cheio. As palavras nunca serão suficientes para descrever o que vivi naquele sítio. Tenho medo de não conseguir escrever um texto à altura do trabalho espectacular que é feito por todas aquelas pessoas. Médicos, enfermeiros, auxiliares… mas tenho de o escrever. Prometi isso. Quero que toda a gente saiba que aquele é um lugar especial, porque as pessoas que lá trabalham são especiais", começou por escrever na legenda de uma publicação no Instagram, esta quarta-feira, 6.

"Aquilo é mais do que trabalho", acrescentou, referindo-se à forma como a equipa da Maternidade Alfredo da Costa trata quem por lá passa. Segundo frisou no mesmo texto, o "amor", "cuidado" e "carinho" não lhe foram apenas prestados por ser uma figura pública, à semelhança de Tiago Felizardo, pai da bebé, já que assistiu a outras três mulheres em situações semelhantes a serem tratadas de igual forma.

"É amor, é cuidado, é carinho. E não foi só comigo ou por ser eu e o Tiago. Nos dois dias em que lá estive internada, passaram três mulheres diferentes pelo meu quarto. As três foram tratadas da mesma forma que eu. Sempre com palavras que confortam o coração, com respeito, com paciência, com atenção. Num hospital onde ninguém é mandado para trás, onde se trabalha com recursos limitados e ainda assim, nunca se perde a humanidade no trato com quem lá está internado. Ali nascem vidas, mas também se mudam vidas", disse.

"Esta não é a minha primeira gravidez". Matilde Breyner teve um aborto espontâneo
"Esta não é a minha primeira gravidez". Matilde Breyner teve um aborto espontâneo
Ver artigo

Esta é a primeira vez que Matilde Breyner fala sobre o parto. Com recurso a uma fotografia a preto e branco, a atriz recorda o medo que sentia em relação ao momento que queria ultrapassar "a dormir", mas não foi possível. "Quando me falaram do parto, uns dias antes, a primeira coisa que pedi foi para me porem a dormir. Tinha muito medo desse momento. Disseram-me que não era possível. Teria de estar acordada e consciente. Mal sabia eu que seria exatamente isso que me viria a dar força para enfrentar os dias seguintes. Mas isso só foi possível porque estive sempre rodeada de pessoas que cuidaram de mim. Cuidaram de nós. Como uma Mãe cuida de um filho", rematou.

Matilde Breyner e o também ator Tiago Felizardo iam ser pais pela primeira vez e o nascimento de Zoe estava previsto para outubro, de acordo com a revista "Maria". A atriz já havia revelado publicamente que esta não era a sua primeira gravidez e que sofreu um aborto espontâneo em 2021, tal como contou no programa "Conta-me", da TVI.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.